Partidos repudiam “discurso odioso” de líder do MBL

Moção de repúdio assinada por nove partidos - PCdoB, PDT, PMDB, PPS, PSDB, PSB, PSOL, PT e Rede - criticou nesta terça-feira, 22, o "comportamento violento e odioso" do coordenador nacional do Movimento Brasil Livre (MBL), Fernando Holiday, durante participação em evento sobre a "Discriminação Racial no Brasil", a convite do DEM; Holiday ofendeu o deputado Vicentinho e chamou todos os deputados presentes de "charlatões descarados"; veja vídeo do discurso

Moção de repúdio assinada por nove partidos - PCdoB, PDT, PMDB, PPS, PSDB, PSB, PSOL, PT e Rede - criticou nesta terça-feira, 22, o "comportamento violento e odioso" do coordenador nacional do Movimento Brasil Livre (MBL), Fernando Holiday, durante participação em evento sobre a "Discriminação Racial no Brasil", a convite do DEM; Holiday ofendeu o deputado Vicentinho e chamou todos os deputados presentes de "charlatões descarados"; veja vídeo do discurso
Moção de repúdio assinada por nove partidos - PCdoB, PDT, PMDB, PPS, PSDB, PSB, PSOL, PT e Rede - criticou nesta terça-feira, 22, o "comportamento violento e odioso" do coordenador nacional do Movimento Brasil Livre (MBL), Fernando Holiday, durante participação em evento sobre a "Discriminação Racial no Brasil", a convite do DEM; Holiday ofendeu o deputado Vicentinho e chamou todos os deputados presentes de "charlatões descarados"; veja vídeo do discurso (Foto: Aquiles Lins)

247 - Uma moção de repúdio assinada por nove partidos - PC do B, PDT, PMDB, PPS, PSDB, PSB, PSOL, PT e Rede - criticou nesta terça-feira, 22, o comportamento ofensivo e desrespeitoso do coordenador nacional do Movimento Brasil Livre (MBL), Fernando Holiday, durante participação em evento sobre a "Discriminação Racial no Brasil", a convite do DEM.

Leia na íntegra: 

"MOÇÃO DE REPÚDIO

As representações partidárias abaixo subscritas vêm repudiar publicamente a atitude agressiva e desrespeitosa do coordenador nacional do Movimento Brasil Livre (MBL) no dia de hoje, 22 de março de 2016, no Plenário da Câmara dos Deputados.

Na ocasião em que uma Comissão Geral foi convocada para debater a "Discriminação Racial no Brasil" e comemorar o "Dia Internacional de Luta pela Eliminação da Discriminação Racial", o integrante da referida agremiação, convidado pela Liderança dos Democratas na Câmara, discursou na tribuna por cinco minutos, logo após a execução do Hino à Negritude (Lei Nº 12.981, de 2014).

Lamentavelmente, esses cinco minutos foram utilizados para proferir ofensas aos integrantes da Mesa, parlamentares e demais participantes da Comissão Geral. O convidado da Liderança do DEM rasgou a letra impressa do Hino à Negritude (Lei Nº 12.981, de 2014) afirmando que a Lei era um "absurdo" que merecia "a lata do lixo", dirigiu-se a um integrante da Mesa afirmando que ele era uma "vergonha" que merecia seu rechaço. Além disso, agrediu verbalmente a todos os demais participantes da Comissão classificando-os de "charlatões descarados".

Outros integrantes do mesmo movimento que o acompanhavam bradaram palavras de apoio e se retiraram logo após seu discurso. Na sequência desse lamentável episódio, todos os oradores reprovaram a atitude do convidado e prestaram solidariedade ao Deputado Vicentinho, que foi diretamente ofendido, uma vez que o Deputado é autor da proposição que deu origem à Lei Nº 12.981, de 2014.

Em que pese eventuais discordâncias que o convidado possa ter com as opiniões até então expressas acerca da política de cotas raciais, seu tom inoportuno, seu comportamento violento e odioso não podem ser naturalizados, pois não condizem com o debate democrático.

Portanto, reafirmamos nosso repúdio ao ocorrido neste Plenário e pedimos à Liderança dos Democratas, responsável pelas ofensas do seu convidado, uma retratação pública.

PC do B

PDT

PMDB

PPS

PSDB

PSB

PSOL

PT

REDE"

Veja vídeo com o discurso de Fernando Holiday:

Hoje, um dos coordenadores do MBL, Fernando Holiday, participou da Comissão sobre discriminação racial na Câmara dos Deputados a convite do Democratas. Holiday rebateu e humilhou petistas que usam a cor da pele para segregar o povo. Participaram do evento, inclusive, a Ministra das Mulheres, da Igualdade Racial e dos Direitos Humanos, o deputado federal Vicentinho, e o espancador de mulher apoiado por petista, Netinho de Paula.

Publicado por Movimento Brasil Livre em Terça, 22 de março de 2016

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247