PEC "alternativa" de Tasso Jereissati obtém apoio de 29 parlamentares e pode tramitar no Senado

PEC apresentada pelo senador Tasso Jereissati abre espaço para gastos de R$ 80 bilhões fora do teto em 2023

www.brasil247.com - Senador Tasso Jereissati (PSDB-CE)
Senador Tasso Jereissati (PSDB-CE) (Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil)


247 - A PEC "alternativa" do senador Tasso Jereissati (PSDB-CE), concorrente da PEC de Transição do governo do presidente eleito Luiz Inácio Lula da Silva (PT), obteve a adesão de 29 parlamentares e já pode começar a tramitar no Senado. A PEC apresentada por Tasso Jereissati abre espaço para gastos de R$ 80 bilhões fora do teto em 2023.

“A 29ª assinatura de apoiamento, colhida na noite de hoje, é do senador Renan Calheiros (MDB-AL), que por sua vez havia rejeitado a adesão à PEC da Transição. Calheiros é crítico da PEC por entender que isso dá força ao rival na política alagoana, Arthur Lira (PP-AL), que controla as votações na Câmara dos Deputados”, destaca a Coluna do Estadão, do jornal O Estado de S. Paulo.  

Para que uma PEC seja instalada no Senado é preciso a adesão de 27 parlamentares e de um ato do presidente da Casa, Rodrigo Pacheco (PSD-MG).

Assine o 247, apoie por Pix, inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista: 

 

O conhecimento liberta. Quero ser membro. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

Cortes 247