'Pergunta para eles', diz Bolsonaro ao ser questionado se fica no PSL

O Delegado Waldir (PSL-GO), líder do PSL na Câmara, disse nesta sexta-feira, que o presidente Jair Bolsonaro comprou votos para tentar eleger seu filho na liderança do partido, abrindo espaço até para uma discussão sobre impeachment

Sputinik – A profunda crise se acentuou entre o presidente e o PSL na semana passada, quando Bolsonaro disse a apoiador para "esquecer" partido.

O presidente Jair Bolsonaro foi questionado neste sábado (19) por jornalistas sobre seu futuro no PSL.

"Pergunta pra eles", disse o presidente o sair de sua residência oficial e se dirigir à Base Áerea em Brasília.

A crise no PSL se acentuou na semana passada quando Bolsonaro recomendou a um apoiador, que se disse pré-candidato pelo partido, a "esquecer" o PSL, pois o presidente nacional da sigla e ligado ao líder do PSL na Câmara Delegado Waldir, deputado federal Luciano Bivar (PE), estaria "queimado".

Na última quarta-feira (16), foi divulgado um áudio pela revista Época em que o presidente Jair Bolsonaro articula uma lista de assinaturas para tirar o deputado Delegado Waldir (GO) do cargo de líder do PSL na Câmara.

O Delegado Waldir (PSL-GO), líder do PSL na Câmara, disse nesta sexta-feira, que o presidente Jair Bolsonaro comprou votos para tentar eleger seu filho na liderança do partido.

Ao vivo na TV 247 Youtube 247