Perrella é condenado a perda de direitos políticos

Senador Zezé Perrella foi condenado pela Justiça Federal a perda de função pública e suspensão de seus direitos políticos por três anos; segundo denúncia do MPF-DF, Perrella teria permitido o uso de seu apartamento funcional da Câmara dos Deputados, durante e após seu mandato como deputado federal (1999-2003), para seu ex-chefe de gabinete e para um ex-assessor

Senador Zeze Perrella (PDT-MG) preside Comissão de Ciência, Tecnologia, Inovação, Comunicação e Informática (CCT) destinada a analisar projeto determinando que as companhias telefônicas identifiquem a prestadora de destino das chamadas realizadas pelo usu
Senador Zeze Perrella (PDT-MG) preside Comissão de Ciência, Tecnologia, Inovação, Comunicação e Informática (CCT) destinada a analisar projeto determinando que as companhias telefônicas identifiquem a prestadora de destino das chamadas realizadas pelo usu (Foto: Valter Lima)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Diário do Centro do Mundo - O senador Zezé Perrella foi condenado pela Justiça Federal a perda de função pública e suspensão de seus direitos políticos por três anos. Segundo denúncia do MPF-DF, Perrella teria permitido o uso de seu apartamento funcional da Câmara dos Deputados, durante e após seu mandato como deputado federal (1999-2003), para seu ex-chefe de gabinete e para um ex-assessor.

A autora da decisão, juíza Diana Maria Wanderlei da Silva, da 2ª Vara Federal do Maranhão, considerou que "os princípios da moralidade, legalidade e impessoalidade foram profundamente agredidos, uma vez que a autorização concedida aos parlamentares, a fim de residirem nos imóveis funcionais, está relacionada às atribuições do agente público".

Além das penas relacionadas à atuação política, o parlamentar foi condenado a pagar multa de R$ 50 mil e fica proibido de contratar – também por três anos – com o poder público e receber, direta ou indiretamente, benefícios e incentivos fiscais ou creditícios. O MPF-DF, no entanto, ainda pede o ressarcimento de quase R$ 200 mil pelos supostos prejuízos causados à União.

Perrella vai recorrer da decisão.

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email