PGR recorre contra decisões de Toffoli favoráveis a Serra

O presidente do STF, Dias Toffoli, suspendeu ação contra Serra e sua filha, Verônica Allende Serra, por lavagem de dinheiro transnacional e impediu que a Polícia Federal apreendesse documentos no gabinete do senador em uma ação que apura caixa 2 na campanha do tucano em 2014

Dias Toffoli e José Serra
Dias Toffoli e José Serra (Foto: Nelson Jr./SCO/STF | Jefferson Rudy/Agência Senado)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - A Procuradoria-Geral da República (PGR) recorreu de duas decisões do presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Dias Toffoli, sobre as denúncias da Lava Jato de São Paulo contra o senador José Serra (PSDB-SP), segundo o Estado de S. Paulo.

A subprocuradora-geral Lindôra Maria Araújo, alvo de crise com a Lava Jato, disse que Toffoli criou um foro privilegiado ‘por geografia’ ao ter barrado operação de buscas e apreensões no gabinete do tucano. 

Toffoli suspendeu ação contra Serra e sua filha, Verônica Allende Serra, por lavagem de dinheiro transnacional e impediu que a Polícia Federal apreendesse documentos no gabinete do senador em uma ação que apura caixa 2 na campanha do tucano em 2014.

Os recursos serão analisados pelo relator original dos casos no STF, Gilmar Mendes.

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247