Pinato foi acusado pela mãe de ameaçá-la de morte

Em boletim de ocorrência de 2012, a mãe de Fausto Pinato (PRB-SP), relator do processo de cassação de Eduardo Cunha, disse à polícia que o filho a agrediu fisicamente, ameaçando-a de morte; hoje, no entanto, Antônia Cogo diz que inventou o relato por depressão, segundo coluna de Natuza Nery; os dois ameaçaram ação se a história fosse divulgada 

Brasília - O relator do Conselho de Ética da Câmara, deputado Fausto Pinato, e o presidente, deputado José Carlos Araújo, durante reunião sobre Eduardo Cunha (Antonio Cruz/Agência Brasil)
Brasília - O relator do Conselho de Ética da Câmara, deputado Fausto Pinato, e o presidente, deputado José Carlos Araújo, durante reunião sobre Eduardo Cunha (Antonio Cruz/Agência Brasil) (Foto: Roberta Namour)

247 – Relator do processo de cassação de Eduardo Cunha (PMDB), o deputado Fausto Pinato (PRB-SP) já foi acusado pela mãe em 2012 de ameaçá-la de morte.

Segundo a colunista Natuza Nery, em boletim de ocorrência, Antônia Cogo contou à polícia que o filho a agrediu fisicamente, ameaçando-a de morte, durante uma discussão familiar. Hoje, no entanto, diz que inventou o relato por depressão: “Fiz para botar medo. Meu filho nunca colocou a mão em mim.”

Já Pinato diz não saber do episódio. Os dois ameaçaram ação contra a colunista se a historia fosse divulgada. “O que colocar que for verdade, tudo bem. Mas, na hora certa, tem que tomar as medidas”, disse Pinato. “Se colocar alguma coisa eu vou abrir processo contra você”, prometeu Antônia Cogo.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247