PMDB define 5 dos 8 membros da comissão do impeachment

PMDB já definiu cinco dos oito integrantes da comissão especial que irá analisar o pedido de impeachment da presidente Dilma Rousseff na Câmara; além do líder da bancada, Leonardo Picciani (RJ), integrarão o colegiado os deputados Hildo Rocha (PMDB-MA), João Arruda (PMDB-PR), José Priante Junior (PMDB-PA) e Washington Reis (PMDB-RJ); todos os partidos devem indicar até às 14h desta segunda-feira, 7, os nomes que integrarão o colegiado, que terá 65 membros

PMDB já definiu cinco dos oito integrantes da comissão especial que irá analisar o pedido de impeachment da presidente Dilma Rousseff na Câmara; além do líder da bancada, Leonardo Picciani (RJ), integrarão o colegiado os deputados Hildo Rocha (PMDB-MA), João Arruda (PMDB-PR), José Priante Junior (PMDB-PA) e Washington Reis (PMDB-RJ); todos os partidos devem indicar até às 14h desta segunda-feira, 7, os nomes que integrarão o colegiado, que terá 65 membros
PMDB já definiu cinco dos oito integrantes da comissão especial que irá analisar o pedido de impeachment da presidente Dilma Rousseff na Câmara; além do líder da bancada, Leonardo Picciani (RJ), integrarão o colegiado os deputados Hildo Rocha (PMDB-MA), João Arruda (PMDB-PR), José Priante Junior (PMDB-PA) e Washington Reis (PMDB-RJ); todos os partidos devem indicar até às 14h desta segunda-feira, 7, os nomes que integrarão o colegiado, que terá 65 membros (Foto: Aquiles Lins)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Brasília 247 - O PMDB já definiu cinco dos oito integrantes da comissão especial que irá analisar o pedido de impeachment da presidente Dilma Rousseff na Câmara.

Além do líder da bancada, Leonardo Picciani (RJ), integrarão o colegiado os deputados Hildo Rocha (PMDB-MA), João Arruda (PMDB-PR), José Priante Junior (PMDB-PA) e Washington Reis (PMDB-RJ). Piccinai tem dito que o partido iria indicar membro que pudessem atuar de forma equilibrada na análise do pedido.

O PT já anunciou dois dos oito deputados do partido que farão parte do colegiado – os líderes do governo, José Guimarães (PT-CE), e do PT, Sibá Machado (AC). A líder do PCdoB, Jandira Feghali (RJ), vai assumir uma vaga pelo partido.

O PSDB já definiu dois dos seis membros, o líder do partido, Carlos Sampaio (SP), e o líder da minoria, deputado Bruno Araújo (PSDB-PE). O PSD já definiu três dos quatro parlamentares que indicará – o líder do partido, Rogério Rosso (DF), e os deputados Júlio César (PSD-PI) e Paulo Magalhães (PSD-BA).

O Solidariedade, partido de oposição, já escolheu seus dois integrantes: o líder do partido, Arthur Maia (BA), e o deputado Paulo Pereira da Silva (SD-SP), ambos defensores do impeachment. O PSOL escolheu o deputado Ivan Valente (RJ) e anunciou que votará contra a continuidade do processo.

O representante do PMN será o Antônio Jacome (RN). O PPS indicou Alex Manente (SP). O PDT indicou Afonso Motta (PDT-RS) e Dagoberto Nogueira Filho (PDT-MS). Os indicados do PRB são Jhonatan de Jesus (PRB-RR) e Vinicius Carvalho (PRB-SP). Sarney Filho (MA) atuará na comissão pelo PV.

Todos os partidos devem indicar até às 14h desta segunda os nomes que integrarão o colegiado. Serão 65 membros e 65 suplentes. A partir desse momento, Dilma será notificada e terá prazo de 10 sessões para apresentar uma defesa. Então, a comissão terá outras cinco sessões para votar relatório pela abertura ou não de processo de impeachment. O parecer ainda tem que ser submetido ao plenário e a abertura do processo depende dos votos de 342 dos 513 deputados.

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247