PMDB tenta retirar documentos de sede e manifestantes barram

Manifestantes ocuparam a entrada da sede do PMDB em Brasília nesta quinta-feira 18 após tentativa de integrantes do partido de retirar diversas caixas cheias de documentos em caminhões; por volta do meio-dia, os manifestantes mantinham o caminhão "preso" no local após a divulgação de fotos e vídeos em redes sociais; depois de atingir em cheio Michel Temer e o senador tucano Aécio Neves, o partido do governo teme devassa da Polícia Federal

Manifestantes ocuparam a entrada da sede do PMDB em Brasília nesta quinta-feira 18 após tentativa de integrantes do partido de retirar diversas caixas cheias de documentos em caminhões; por volta do meio-dia, os manifestantes mantinham o caminhão "preso" no local após a divulgação de fotos e vídeos em redes sociais; depois de atingir em cheio Michel Temer e o senador tucano Aécio Neves, o partido do governo teme devassa da Polícia Federal
Manifestantes ocuparam a entrada da sede do PMDB em Brasília nesta quinta-feira 18 após tentativa de integrantes do partido de retirar diversas caixas cheias de documentos em caminhões; por volta do meio-dia, os manifestantes mantinham o caminhão "preso" no local após a divulgação de fotos e vídeos em redes sociais; depois de atingir em cheio Michel Temer e o senador tucano Aécio Neves, o partido do governo teme devassa da Polícia Federal (Foto: Charles Nisz)

Brasília 247 - Manifestantes ocuparam a entrada da sede do PMDB em Brasília após a divulgação de fotos em vídeos em redes sociais mostrando a saída de pelo menos um caminhão com documentos. Por volta do meio-dia, os manifestantes mantinham o caminhão "preso" no local: um container de lixo barrava a saída da sede do partido na capital federal.

Uma equipe da Polícia Federal foi deslocada para a sede do partido, no setor comercial Sul de Brasília. Estimativa da PM contava em 100 pessoas participando do protesto e impedindo a remoção dos documentos e não há registro de incidentes de violência. A PM foi chamada para monitorar o protesto e as pessoas gritavam "Fora Temer" enquanto impediam a queima de arquivo.

Dois agentes da Polícia Federal entraram no prédio, mas não têm mandados de busca e apreensão. Os agentes foram chamados pelos manifestantes e os policiais federais não falaram com os jornalistas. O prédio foi fechado para evitar a entrada dos populares no local.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247