Políticos do DF lamentam morte de Sérgio Guerra

Pelo Facebook, o deputado Luiz Pitiman manifestou a seu pesar pelo falecimento de Guerra; "Nossos sentimentos aos seus familiares e à população de Pernambuco, que hoje perde um grande representante", afirmou; o presidente do PSDB-DF, Eduardo Jorge, disse que Guerra é insubstituível; por sua vez, o ex-presidente da legenda no DF Marcio Machado afirmou que Guerra é "um homem competente e extremamente ético"

Pelo Facebook, o deputado Luiz Pitiman manifestou a seu pesar pelo falecimento de Guerra; "Nossos sentimentos aos seus familiares e à população de Pernambuco, que hoje perde um grande representante", afirmou; o presidente do PSDB-DF, Eduardo Jorge, disse que Guerra é insubstituível; por sua vez, o ex-presidente da legenda no DF Marcio Machado afirmou que Guerra é "um homem competente e extremamente ético"
Pelo Facebook, o deputado Luiz Pitiman manifestou a seu pesar pelo falecimento de Guerra; "Nossos sentimentos aos seus familiares e à população de Pernambuco, que hoje perde um grande representante", afirmou; o presidente do PSDB-DF, Eduardo Jorge, disse que Guerra é insubstituível; por sua vez, o ex-presidente da legenda no DF Marcio Machado afirmou que Guerra é "um homem competente e extremamente ético" (Foto: Leonardo Lucena)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Brasília 247 – Lideranças tucanas do Distrito Federal lamentaram a morte do agora ex-deputado federal Sérgio Guerra (PSDB-PE), que faleceu nesta quinta-feira (6), os 66 anos, vítima de um câncer de pulmão, no Hospital Sírio Libanês, em São Paulo.

Pelo Facebook, o deputado federal Luiz Pitiman manifestou a seu pesar pelo falecimento de Guerra. "É com tristeza que recebo a notícia do falecimento do nosso companheiro de partido, deputado Sérgio Guerra. Nossos sentimentos aos seus familiares e à população de Pernambuco, que hoje perde um grande representante. Fiquemos com as boas lembranças", afirmou.

O presidente do PSDB-DF, Eduardo Jorge, disse que Guerra é insubstituível. "O PSDB perdeu um membro de seu quadro insubstituível. Sergio Guerra dedicou os seus últimos anos de sua vida ao PSDB. Todos nós, tucanos, temos uma grande dívida com ele", declarou, segundo o The Guardian Notícias.

Por sua vez, o ex-presidente da legenda no DF Marcio Machado afirmou que Guerra é "um homem competente e extremamente ético. Foi uma grande perda para nação", destacou Machado.

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email