Presidente da OAB tem aval de Renan e Lewandowski para o STF

O advogado Marcus Vinícius Furtado Coêlho, presidente da OAB, é o nome que conta com maior simpatia no Senado para a vaga aberta pela saída de Joaquim Barbosa, no Supremo Tribunal Federal; ele também tem apoio do presidnete da corte, Ricardo Lewandowski

O advogado Marcus Vinícius Furtado Coêlho, presidente da OAB, é o nome que conta com maior simpatia no Senado para a vaga aberta pela saída de Joaquim Barbosa, no Supremo Tribunal Federal; ele também tem apoio do presidnete da corte, Ricardo Lewandowski
O advogado Marcus Vinícius Furtado Coêlho, presidente da OAB, é o nome que conta com maior simpatia no Senado para a vaga aberta pela saída de Joaquim Barbosa, no Supremo Tribunal Federal; ele também tem apoio do presidnete da corte, Ricardo Lewandowski (Foto: Leonardo Attuch)

Brasília 247 -  O advogado Marcus Vinícius Furtado Coêlho, presidente da OAB, é o nome que conta com maior simpatia no Senado para a vaga aberta pela saída de Joaquim Barbosa, no Supremo Tribunal Federal. Quem informa é a jornalista Vera Magalhães, do Painel.

Ela, no entanto, se equivoca ao dizer que o presidente da corte, Ricardo Lewandowski, não tem uma preferência clara para a vaga. Coêlho é também o melhor nome na visão de Lewandowski.

Leia abaixo as notas do Painel:

Tateando no escuro

O preferido de Renan Calheiros (PMDB-AL) para a vaga aberta há oito meses no STF (Supremo Tribunal Federal) é o presidente da OAB (Ordem dos Advogados do Brasil), Marcus Vinicius Coelho. No Ministério da Justiça, encabeçam a lista para a vaga os advogados Heleno Torres e Luiz Fachin. O drama de Dilma Rousseff é que o presidente do Senado ameaça boicotar qualquer nome que seja enviado para análise da Casa com a chancela do ministro José Eduardo Cardozo.

Plural Consultado por Dilma sobre a vaga, o presidente do STF, Ricardo Lewandowski, evitou apontar um único nome. Apresentou cinco: Torres, Fachin, o vice-procurador-geral eleitoral, Eugenio Aragão, e os ministros do STJ Benedito Gonçalves e Luis Felipe Salomão.

Passa a régua Salomão é querido por muitos senadores e ministros do STF, mas é o candidato de Eduardo Cunha (PMDB-RJ). O Planalto avalia que, se escolhê-lo, no dia seguinte o presidente da Câmara aprovará a PEC da Bengala em segundo turno.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247