Presidente do STF tem audiência com movimento Vem Pra Rua

O movimento é ligado a Alexandre Frota e foi um dos grupos que liderou manifestações a favor do golpe contra Dilma Rousseff; eles queriam manifestar apoio à Cármen pela resistência da ministra em não pautar a questão da prisão após condenação em segunda instância; eles convocaram um ato na frente do Supremo contra a presunção de inocência

O movimento é ligado a Alexandre Frota e foi um dos grupos que liderou manifestações a favor do golpe contra Dilma Rousseff; eles queriam manifestar apoio à Cármen pela resistência da ministra em não pautar a questão da prisão após condenação em segunda instância; eles convocaram um ato na frente do Supremo contra a presunção de inocência
O movimento é ligado a Alexandre Frota e foi um dos grupos que liderou manifestações a favor do golpe contra Dilma Rousseff; eles queriam manifestar apoio à Cármen pela resistência da ministra em não pautar a questão da prisão após condenação em segunda instância; eles convocaram um ato na frente do Supremo contra a presunção de inocência (Foto: Gisele Federicce)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - A presidente do Supremo Tribunal Federal, ministra Cármen Lúcia, teve uma audiência com o movimento Vem Pra Rua no início da tarde desta quarta-feira 21. Na agenda da ministra no site do STF, a reunião com o grupo estava marcada para as 13h30.

O movimento é ligado a Alexandre Frota e foi um dos grupos que liderou manifestações a favor do golpe contra Dilma Rousseff. Eles queriam manifestar apoio à Cármen pela resistência da ministra em não pautar a questão da prisão após condenação em segunda instância.

Os integrantes do Vem Pra Rua convocaram um ato na frente do Supremo, onde colocaram uma faixa afirmando que "Não permitir prisão em 2ª instância é proteger bandido". A presunção de inocência, no entanto, é um valor constitucional.

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247