Prestes a ser denunciado, Cunha promete retaliação

Após a Operação Politeia, da Lava Jato, presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), confidencia que espera ser denunciado pelo procurador-geral da República, Rodrigo Janot, e promete retaliar o Planalto; ele teria avisado o vice-presidente Michel Temer (PMDB) que irá instalar CPIs prejudiciais ao governo na volta do recesso parlamentar: a do BNDES e a dos fundos de pensão; além disso, diz que vai articular a convocação do ministro da Casa Civil, Aloizio Mercadante, e de Edinho Silva, da Comunicação Social, na CPI da Petrobras

Após a Operação Politeia, da Lava Jato, presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), confidencia que espera ser denunciado pelo procurador-geral da República, Rodrigo Janot, e promete retaliar o Planalto; ele teria avisado o vice-presidente Michel Temer (PMDB) que irá instalar CPIs prejudiciais ao governo na volta do recesso parlamentar: a do BNDES e a dos fundos de pensão; além disso, diz que vai articular a convocação do ministro da Casa Civil, Aloizio Mercadante, e de Edinho Silva, da Comunicação Social, na CPI da Petrobras
Após a Operação Politeia, da Lava Jato, presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), confidencia que espera ser denunciado pelo procurador-geral da República, Rodrigo Janot, e promete retaliar o Planalto; ele teria avisado o vice-presidente Michel Temer (PMDB) que irá instalar CPIs prejudiciais ao governo na volta do recesso parlamentar: a do BNDES e a dos fundos de pensão; além disso, diz que vai articular a convocação do ministro da Casa Civil, Aloizio Mercadante, e de Edinho Silva, da Comunicação Social, na CPI da Petrobras (Foto: Roberta Namour)
Siga o Brasil 247 no Google News

247 – A Operação Politeia, da Lava Jato, que realizou buscas e apreensão contra três senadores, deixou o presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ) em alerta.

Ele confidenciou que espera ser denunciado pelo procurador-geral da República, Rodrigo Janot, e promete retaliar o Planalto – em referência ao depoimento do executivo Júlio Camargo, que fez acordo de delação premiada com o Ministério Público Federal.

O peemedebista teria avisado o vice-presidente Michel Temer (PMDB) que irá instalar CPIs prejudiciais ao governo na volta do recesso parlamentar: a do BNDES e a dos fundos de pensão.

Ele diz ainda que vai articular a convocação de Mercadante e Edinho Silva (Comunicação Social) na CPI da Petrobras.

PUBLICIDADE

Leia aqui reportagem de Andreia Sadi e Valdo Cruz sobre o assunto.

PUBLICIDADE

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

PUBLICIDADE

Cortes 247

PUBLICIDADE
WhatsApp Facebook Twitter Email