Processos contra políticos estão há oito anos sem conclusão no STF

Casos de foro privilegiado, que tratam de autoridades como ministros, governadores e parlamentares, se arrastam por até 18 anos, aponta reportagem da Folha de S.Paulo neste domingo; morosidade aumenta o risco de prescrição de penas

stf
stf (Foto: Gisele Federicce)

247 – Processos contra políticos no Supremo Tribunal Federal já duram em média oito anos sem conclusão, aponta reportagem publicada pela Folha de S.Paulo neste domingo 6.

Casos de foro privilegiado, que tratam de autoridades como ministros, governadores e parlamentares, se arrastam por até 18 anos. O senador Valdir Raupp (PMDB-RR), por exemplo, é réu em um caso que começou em 1º de setembro de 2000.

Levantamento feito pelo jornal com dados do STF revela que 84 casos que se tornaram ações penais estão, em média, há sete anos e oito meses sem desfecho. E a morosidade aumenta o risco de prescrição de penas e desperdício de recursos públicos.

Leia mais aqui e aqui.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247