PSDB arquiva pedido de expulsão contra Aécio

Por 33 votos a favor de Aécio, 4 contra e uma abstenção, a executiva nacional do PSDB decidiu arquivar o pedido de expulsão do deputado federal Aécio Neves (MG) feito pelo diretório estadual de São Paulo, comandado por João Doria

Aécio Neves concede entrevista
Aécio Neves concede entrevista (Foto: Edilson Rodrigues/Agência Senado)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - Após uma reunião marcada por muito bate-boca, a executiva nacional do PSDB decidiu arquivar o pedido de expulsão do deputado federal Aécio Neves (MG). O relatório do deputado Celso Sabino (PA) foi contra a admissibilidade do processo e a maioria os integrantes da executiva endossou a posição do relator.

O pedido de expulsão foi apresentado pelo diretório municipal e estadual de São Paulo, comandado pelo governador de São Paulo, João Doria, sob o argumento de Aécio é investigado em uma série de inquéritos e se tornou réu sob acusação de corrupção passiva e obstrução da Justiça e, portanto, fere os princípios éticos da legenda.

Ao todo, 38 tucanos participaram da reunião no diretório nacional do partido, em Brasília. Foram 33 votos a favor de Aécio, 4 contra e uma abstenção.

A reunião não contou com a presença de membros como o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso, o ex-governador Geraldo Alckmin e Tasso Jereissati.

Participe da campanha de assinaturas solidárias do Brasil 247. Saiba mais.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247