PT pede investigação contra procuradora que atuou por impeachment de Gilmar

O PT vai ingressar com uma notícia-crime no Minitério Público Federal contra a procuradora Thaméa Danelon, por ela ter atuado, junto com Deltan Dallagnol, a pedido do advogado Modesto Carvalhosa para redigir o pedido de impeachment do ministro Gilmar Mendes. Ação deve ser apresentada pelo senador Humberto Costa. PT também irá inquirir Augusto Aras sobre indicação de Danelon para conduzir Lava Jato na PGR

247 - O PT vai ingressar com uma notícia-crime no Minitério Público Federal contra a procuradora da Lava Jato Thaméa Danelon, por ela ter atuado, junto com o procurador Deltan Dallagnol, a pedido do advogado Modesto Carvalhosa para redigir o pedido de impeachment do ministro Gilmar Mendes, do Supremo Tribunal Federal. 

A revelação foi feita nessa segunda-feira, 16, pelo jornalista Reinaldo Azevedo, em parceria com o The Intercept Brasil (leia mais n o Brasil 247).

Segundo a coluna Painel, da Folha de S. Paulo, a denúncia deve ser apresentada pelo senador Humberto Costa (PT-PE). A bancada do Pt no Senado também irá inquirir o procurador Augusto Aras na Comissão de Constituição e Justiça do Senado, na próxima semana, sobre a conduta de Danelon, que atuaria como coordenadora da Lava Jato na PGR.  

Na semana passada, Humberto e parlamentares do PT cobraram da procuradora-geral da República, Raquel Dodge, procedimentos contra o que consideram abusos cometidos pelos integrantes da Lava Jato. 

"Encontraram a chefe da PGR fragilizada. Ela chorou copiosamente perante os senadores e deputados do PT, preocupada com os rumos da democracia brasileira", diz a coluna da jornalista Daniela Lima. 

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247