Queiroga aplica dose de reforço em Heleno: "o senhor agora está bem mais seguro"

Heleno se disse "honrado" por ter recebido a dose de reforço e afirmou esperar que "praticamente" a totalidade dos brasileiros se vacinem. Seu chefe, Jair Bolsonaro, no entanto, disse que não se imunizará

Augusto Heleno e Marcelo Queiroga
Augusto Heleno e Marcelo Queiroga (Foto: Reprodução)
Siga o Brasil 247 no Google News

247 - O ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, aplicou nesta quinta-feira (14) a dose de reforço da vacina contra Covid-19 no ministro-chefe do GSI (Gabinete de Segurança Institucional), general Augusto Heleno.

Jair Bolsonaro, chefe de ambos, declarou nesta semana que não se vacinará contra a doença por supostamente estar com a imunização "lá em cima" por já ter sido contaminado pelo coronavírus. Especialistas esclarecem que mesmo quem já teve Covid-19 deve ser vacinado.

Heleno foi imunizado em uma Unidade Básica de Saúde na Asa Norte, área central de Brasília, e o imunizante aplicado foi o da Pfizer.

PUBLICIDADE

Queiroga divulgou vídeo pelo Twitter no qual ele e Heleno aparecem lado a lado. "Ele é jovem, com mais de 60 anos, e tomou a vacina no começo da campanha. Já faz mais de 6 meses que ele tomou a 2ª dose. O governo federal já iniciou a aplicação de uma dose adicional com a vacina Pfizer. É muito importante para manter a defesa, porque nós podemos ter variantes desse vírus. O senhor agora está bem mais seguro", disse o ministro da Saúde.

Heleno se disse "honrado" por ter recebid a dose de reforço. "Me sinto gratificado de saber que a massa de brasileiros já está vacinada. Vamos caminhar para o número de praticamente toda a população. Isso para nós é muito gratificante, porque acusações injustas foram feitas e estão se desfazendo ao longo do tempo".

PUBLICIDADE

Assine o 247, apoie por Pix, inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista:

PUBLICIDADE

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

PUBLICIDADE

Cortes 247

PUBLICIDADE
WhatsApp Facebook Twitter Email