Raul Jungmann diz ao STF que Bolsonaro quer armar a população para guerra civil

Ex-ministro da Segurança Pública e da Defesa do governo Michel Temer, Raul Jungmann enviou uma carta aberta aos ministros do Supremo Tribunal Federal para fazer o alerta e pedir o veto às iniciativas que facilitam acesso de civis a armas e munições

Raul Jungmann
Raul Jungmann (Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - Em uma carta aos ministros do Supremo Tribunal Federal (STF), o ex-ministro da Segurança Pública e da Defesa (Michel Temer) Raul Jungmann alertou sobre a gravidade dos decretos assinados por Jair Bolsonaro que facilitam o acesso de civis a armas e munições e pediu um veto às medidas. Para ele, Bolsonaro quer armar a população para a guerra civil.

“É inafastável a constatação de que o armamento da cidadania para 'a defesa da liberdade' evoca o terrível flagelo da guerra civil, e do massacre de brasileiros por brasileiros, pois não se vislumbra outra motivação ou propósito para tão nefasto projeto”, diz Jungmann na carta, divulgada pela Folha de S.Paulo.

Jungmann se diz especialmente preocupado pelo fato de que Bolsonaro, que desde a campanha eleitoral de 2018 defendia armar o cidadão contra criminosos e tomou várias medidas nesse sentido, agora fala abertamente que o objetivo é político.

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email