Renan confirma convocação do ministro da Justiça e diz que PF não pode virar "polícia política"

Anderson Torres disse, em entrevista, que irá pedir dados sobre investigações contra governadores

Randolfe Rodrigues e Renan Calheiros
Randolfe Rodrigues e Renan Calheiros (Foto: Reprodução)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 – O senador Renan Calheiros (MDB-AL) confirmou que o ministro da Justiça, Anderson Torres, será convocado pela CPI da Pandemia. "Apoio e não acho que ele vai transformar a Polícia Federal em Polícia política. A Polícia Federal é uma instituição respeitável, de Estado e que nunca se permitiu ser instrumentalizada", disse Renan, ao ser questionado sobre o tema.

O motivo é o fato de Anderson ter dito que irá pedir dados sobre investigações contra governadores, o que também gerou mal-estar entre os delegados da Polícia Federal. O requerimento foi apresentado pelo vice-presidente da comissão, Randolfe Rodrigues. Renan é o relator.

Inscreva-se no canal de cortes da TV 247 e saiba mais:


O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

Cortes 247

Apoie o 247

WhatsApp Facebook Twitter Email