Rollemberg, do PSB, é o primeiro governador a pedir a renúncia de Temer

“Hoje (sábado 20/5), o meu partido, PSB, se reuniu e definiu uma posição unificada de oposição ao governo Temer, entre outras diretrizes. Sou militante histórico do PSB e sempre acompanhei as decisões emanadas de sua direção nacional. O país vive uma crise institucional sem precedentes e as forças políticas sociais e econômicas devem trabalhar no sentido de resolvê-la no menor prazo possível, sempre respeitando a Constituição”, disse o governador do Distrito Federal, Rodrigo Rollemberg

Brasília- DF- Brasil- 18/04/2015- Em comemoração ao aniversário de 55 anos de Brasília, o Governador do DF, Rodrigo Rollemberg, homenageia os pioneiros que participaram da construção da Capital ( Marcelo Camargo/Agência Brasil)
Brasília- DF- Brasil- 18/04/2015- Em comemoração ao aniversário de 55 anos de Brasília, o Governador do DF, Rodrigo Rollemberg, homenageia os pioneiros que participaram da construção da Capital ( Marcelo Camargo/Agência Brasil) (Foto: Leonardo Attuch)

Por Kelly Almeida, do portal Metrópoles

Logo após a executiva do PSB anunciar oposição ao governo de Michel Temer (PMDB), o governador Rodrigo Rollemberg (PSB) declarou acompanhar a legenda, que também pede a renúncia de Temer e eleições diretas. Rollemberg fez o anúncio pelas redes sociais e disse que o país vive uma “crise institucional sem precedentes”.

O governador do Distrito Federal usou o Facebook para mandar o recado aos brasilienses. “Hoje (sábado 20/5), o meu partido, PSB, se reuniu e definiu uma posição unificada de oposição ao governo Temer, entre outras diretrizes. Sou militante histórico do PSB e sempre acompanhei as decisões emanadas de sua direção nacional. O país vive uma crise institucional sem precedentes e as forças políticas sociais e econômicas devem trabalhar no sentido de resolvê-la no menor prazo possível, sempre respeitando a Constituição.”

Leia a íntegra no Metrópoles

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247