Rollemberg: ‘equilíbrio fiscal é fundamental’

O governador Rodrigo Rollemberg se reuniu com gestores de órgãos do Executivo para apresentar um balanço das realizações do governo e reafirmar sua confiança no trabalho de enfrentamento à crise financeira que o País e o DF atravessam; as medidas adotadas, conforme destacou, evitaram o atraso ou parcelamento dos salários, expedientes usados por estados como Rio de Janeiro, Minas Gerais e Rio Grande do Sul; “O equilíbrio fiscal hoje é uma condição fundamental para que o Estado possa cumprir o seu papel de promover o desenvolvimento, reduzir as desigualdades sociais e gerar empregos”, disse

O governador Rodrigo Rollemberg se reuniu com gestores de órgãos do Executivo para apresentar um balanço das realizações do governo e reafirmar sua confiança no trabalho de enfrentamento à crise financeira que o País e o DF atravessam; as medidas adotadas, conforme destacou, evitaram o atraso ou parcelamento dos salários, expedientes usados por estados como Rio de Janeiro, Minas Gerais e Rio Grande do Sul; “O equilíbrio fiscal hoje é uma condição fundamental para que o Estado possa cumprir o seu papel de promover o desenvolvimento, reduzir as desigualdades sociais e gerar empregos”, disse
O governador Rodrigo Rollemberg se reuniu com gestores de órgãos do Executivo para apresentar um balanço das realizações do governo e reafirmar sua confiança no trabalho de enfrentamento à crise financeira que o País e o DF atravessam; as medidas adotadas, conforme destacou, evitaram o atraso ou parcelamento dos salários, expedientes usados por estados como Rio de Janeiro, Minas Gerais e Rio Grande do Sul; “O equilíbrio fiscal hoje é uma condição fundamental para que o Estado possa cumprir o seu papel de promover o desenvolvimento, reduzir as desigualdades sociais e gerar empregos”, disse (Foto: Leonardo Lucena)

SAULO ARAÚJO, DA AGÊNCIA BRASÍLIA - O governador Rodrigo Rollemberg se reuniu com gestores de órgãos do Executivo para apresentar um balanço das realizações do governo e reafirmar sua confiança no trabalho de enfrentamento à crise financeira que o País e o DF atravessam.

O encontro ocorreu na noite desta terça-feira (18), no Estádio Nacional de Brasília Mané Garrincha. Em discurso, Rollemberg relembrou a dramática situação das contas do DF e ressaltou o esforço para cortar gastos e aumentar a arrecadação.

As medidas adotadas, conforme destacou, evitaram o atraso ou parcelamento dos salários, expedientes usados por estados como Rio de Janeiro, Minas Gerais e Rio Grande do Sul. “O equilíbrio fiscal hoje é uma condição fundamental para que o Estado possa cumprir o seu papel de promover o desenvolvimento, reduzir as desigualdades sociais e gerar empregos”, disse.

Ao citar as realizações de sua gestão, o governador destacou as obras de infraestrutura no Sol Nascente, que levam asfalto e redes de esgoto e de águas pluviais a cerca de 100 mil moradores da região. “Ao levarmos investimentos desse tipo, estamos melhorando a qualidade de vida da população, como [ocorre] na saúde, pois substituímos a poeira pela pavimentação, reduzindo as doenças respiratórias”, relatou.

O governador observou que as obras trouxeram melhoramentos também à área de segurança pública, pois, agora “as viaturas podem se deslocar rapidamente”.

Quanto às obras do Aterro Sanitário de Brasília — que estão 90% concluídas —, Rollemberg destacou o simbolismo da medida. “É uma construção que vai produzir um salto civilizatório no DF e permitir a desativação do maior lixão da América Latina”, observou.

Rollemberg se referia aos investimentos para corrigir as irregularidades no aterro controlado do Jóquei, próximo à via Estrutural.

Medidas para reduzir efeitos da crise hídrica

As medidas para reduzir os efeitos de futuras crises hídricas na capital do País mereceram atenção do governador. Ele falou dos investimentos para construção do Sistema Bananal, na saída norte, que levará água para mais de 160 mil moradores, e das obras do Sistema Produtor Corumbá 4, que abastecerá cerca de 1,3 milhão de pessoas no DF e em Goiás.

Desobstrução da orla do Lago Paranoá

Rollemberg ressaltou a desobstrução de mais de 6 milhões de metros quadrados de áreas públicas, com destaque para a orla do Lago Paranoá, que democratizou o acesso à população. “Mesmo com um peso político grande e enfrentando enormes resistências, estamos conseguindo democratizar o lago, que é a nossa praia.”

Ao final do evento, o governador de Brasília reiterou o compromisso de manter a transparência em suas ações e agradeceu a dedicação dos gestores. “Confio na capacidade de liderança de vocês para que possamos motivar não apenas os servidores, mas toda a nossa cidade e, assim, transformar Brasília em vanguarda de um novo tempo.”

Conheça a TV 247

Mais de Brasília

Ao vivo na TV 247 Youtube 247