Rosso: maioria do PSD é pró-impeachment

Líder do PSD na Câmara e presidente da comissão do impeachment, Rogério Rosso (DF) afirmou nesta quarta-feira, 13, que a posição pela saída da presidente Dilma Rousseff tem o apoio da "ampla maioria" dos deputados da bancada, que tem atualmente com 36 deputados federais; "Mas o PSD sempre respeita, inclusive, em algumas matérias mesmo tendo minoria, ele respeitou nos encaminhamentos de votação, mesmo com posição partidária", disse Rosso, após reunião com o ministro das Cidades, Gilberto Kassab, presidente nacional do PSD; decisão sobre se haverá orientação a favor do processo, na votação em plenário, deverá ser anunciada no início da noite

Líder do PSD na Câmara e presidente da comissão do impeachment, Rogério Rosso (DF) afirmou nesta quarta-feira, 13, que a posição pela saída da presidente Dilma Rousseff tem o apoio da "ampla maioria" dos deputados da bancada, que tem atualmente com 36 deputados federais; "Mas o PSD sempre respeita, inclusive, em algumas matérias mesmo tendo minoria, ele respeitou nos encaminhamentos de votação, mesmo com posição partidária", disse Rosso, após reunião com o ministro das Cidades, Gilberto Kassab, presidente nacional do PSD; decisão sobre se haverá orientação a favor do processo, na votação em plenário, deverá ser anunciada no início da noite
Líder do PSD na Câmara e presidente da comissão do impeachment, Rogério Rosso (DF) afirmou nesta quarta-feira, 13, que a posição pela saída da presidente Dilma Rousseff tem o apoio da "ampla maioria" dos deputados da bancada, que tem atualmente com 36 deputados federais; "Mas o PSD sempre respeita, inclusive, em algumas matérias mesmo tendo minoria, ele respeitou nos encaminhamentos de votação, mesmo com posição partidária", disse Rosso, após reunião com o ministro das Cidades, Gilberto Kassab, presidente nacional do PSD; decisão sobre se haverá orientação a favor do processo, na votação em plenário, deverá ser anunciada no início da noite (Foto: Aquiles Lins)

Brasília 247 - O presidente da comissão especial do impeachment e líder do PSD na Câmara, Rogério Rosso (DF), afirmou nesta quarta-feira, 13, que a posição pela saída da presidente Dilma Rousseff tem o apoio da "ampla maioria" dos deputados da bancada, que tem atualmente com 36 deputados federais.

"Existe uma ampla maioria [a favor do processo]. Claro que existe. Mas o PSD sempre respeita, inclusive, em algumas matérias mesmo tendo minoria, ele respeitou nos encaminhamentos de votação, mesmo com posição partidária. O PSD hoje, repito, já tem ampla maioria de votos a favor do impeachment", disse Rosso.

Declaração foi dada a jornalistas horas depois da reunião de Rosso com o ministro das Cidades, Gilberto Kassab, presidente nacional do PSD. A decisão sobre se haverá orientação a favor do processo, na votação em plenário, será anunciada às 19h. 

Rogério Rosso disse que Kassab respeitará a decisão da bancada, caso seja favorável ao processo de impeachment. "Tudo o que acontece com a bancada o ministro sempre delegou. O gesto do ministro foi claro, a decisão de vocês será respeitada."

 

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247