Rumores sobre morte de Roriz alertaram cena política de Brasília

Circulou no meio político de Brasília, na madrugada deste domingo (18), que o ex-governador do Distrito Federal Joaquim Roriz havia tido uma piora em seu quadro de saúde e não resistiria. Familiares e pessoas próximas ao ex-governador começaram a receber uma enxurrada de ligações em busca de informações; Roriz precisou amputar dois dedos do pé direito por causa do agravamento de sua diabetes; também havia dito quadro de hipertensão e taquicardia, e precisou fazer um cateterismo; teve, ainda, piora em suas funções mentais

Circulou no meio político de Brasília, na madrugada deste domingo (18), que o ex-governador do Distrito Federal Joaquim Roriz havia tido uma piora em seu quadro de saúde e não resistiria. Familiares e pessoas próximas ao ex-governador começaram a receber uma enxurrada de ligações em busca de informações; Roriz precisou amputar dois dedos do pé direito por causa do agravamento de sua diabetes; também havia dito quadro de hipertensão e taquicardia, e precisou fazer um cateterismo; teve, ainda, piora em suas funções mentais
Circulou no meio político de Brasília, na madrugada deste domingo (18), que o ex-governador do Distrito Federal Joaquim Roriz havia tido uma piora em seu quadro de saúde e não resistiria. Familiares e pessoas próximas ao ex-governador começaram a receber uma enxurrada de ligações em busca de informações; Roriz precisou amputar dois dedos do pé direito por causa do agravamento de sua diabetes; também havia dito quadro de hipertensão e taquicardia, e precisou fazer um cateterismo; teve, ainda, piora em suas funções mentais (Foto: Leonardo Lucena)

Brasília 247 - Circulou no meio político de Brasília, na madrugada deste domingo (18), que o ex-governador do Distrito Federal Joaquim Roriz havia tido uma piora em seu quadro de saúde e não resistiria. Familiares e pessoas próximas ao ex-governador começaram a receber uma enxurrada de ligações em busca de informações.

Após quase uma hora de boato, a filha dele, Jaqueline Roriz, tranquilizou os amigos e familiares dizendo que o pai passava bem e repousava em casa.

Roriz precisou amputar dois dedos do pé direito por causa do agravamento de sua diabetes. Voltou ao hospital 11 dias depois e, dessa vez, teve a perna direita amputada na altura do joelho.

Em novembro de 2015, o ex-governador ficou quase uma semana internado após um quadro de hipertensão e taquicardia e precisou fazer um cateterismo.

Roriz também foi avaliado por junta médica com um quadro de piora em suas funções mentais. Como o diagnóstico ocorreu em um momento pré-eleitoral e todas as herdeiras diretas estão praticamente inelegíveis, o grupo político do ex-governador começou a ruir.

Leia a íntegra no site Metrópoles

 

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247