Sabatina de escolhidos por Bolsonaro para o STJ fica para depois da eleição

O presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (PSD), informou nesta terça que as sessões presenciais do Senado só serão retomadas após a eleição

www.brasil247.com - Rodrigo Pacheco
Rodrigo Pacheco (Foto: Waldemir Barreto/Agência Senado)


247 - O presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (PSD), informou nesta terça-feira, 2, que as sessões presenciais do Senado só serão retomadas após a eleição – portanto, a sabatina dos dois nomes escolhidos por Jair Bolsonaro para ocupar o Superior Tribunal de Justiça (STJ) só deverá ocorrer depois da data.

Segundo reportagem do Estado de S.Paulo, o presidente da Comissão de Constituição e Justiça do Senado, Davi Alcolumbre (União Brasil), tem criticado Bolsonaro quanto ao atraso na decisão sobre os ocupantes da corte.

Bolsonaro estava com a lista de indicados para o STJ desde maio, mas só anunciou nesta segunda-feira, 1, os dois escolhidos: Messod Azulay e Paulo Sérgio Domingues.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Assine o 247, apoie por Pix, inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista:

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O conhecimento liberta. Quero ser membro. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Cortes 247

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
WhatsApp Facebook Twitter Email