Saúde empossa 195 técnicos de enfermagem para reabrir 58 leitos de UTI

O governo de Brasília empossou 195 técnicos de enfermagem aprovados em concurso, que garantirão a reabertura de 58 leitos dos 88 leitos bloqueados de UTI; eles fazem parte do grupo de 725 nomeados no início de maio para a rede pública de saúde; além dos técnicos de enfermagem, foram nomeados 112 servidores para a saúde pública do DF; segundo o governo, após as novas aquisições, são mais de 3 mil servidores da Saúde empossados na atual gestão; apesar de impedido de fazer novas contratações, por estar no limite prudencial da LRF, o executivo disse ter atuado de acordo com a legislação para nomear esses profissionais

O governo de Brasília empossou 195 técnicos de enfermagem aprovados em concurso, que garantirão a reabertura de 58 leitos dos 88 leitos bloqueados de UTI; eles fazem parte do grupo de 725 nomeados no início de maio para a rede pública de saúde; além dos técnicos de enfermagem, foram nomeados 112 servidores para a saúde pública do DF; segundo o governo, após as novas aquisições, são mais de 3 mil servidores da Saúde empossados na atual gestão; apesar de impedido de fazer novas contratações, por estar no limite prudencial da LRF, o executivo disse ter atuado de acordo com a legislação para nomear esses profissionais
O governo de Brasília empossou 195 técnicos de enfermagem aprovados em concurso, que garantirão a reabertura de 58 leitos dos 88 leitos bloqueados de UTI; eles fazem parte do grupo de 725 nomeados no início de maio para a rede pública de saúde; além dos técnicos de enfermagem, foram nomeados 112 servidores para a saúde pública do DF; segundo o governo, após as novas aquisições, são mais de 3 mil servidores da Saúde empossados na atual gestão; apesar de impedido de fazer novas contratações, por estar no limite prudencial da LRF, o executivo disse ter atuado de acordo com a legislação para nomear esses profissionais (Foto: Leonardo Lucena)

Brasília 247 - O governo de Brasília empossou, até a tarde desta terça-feira (6), 195 técnicos de enfermagem aprovados em concurso. Os novos servidores vão garantir a reabertura de 58 dos 88 leitos bloqueados de unidade de terapia intensiva (UTI). Eles fazem parte do grupo de 725 nomeados no início de maio para a rede pública de saúde. Além dos técnicos de enfermagem, foram nomeados, só nesta terça-feira, 112 servidores para a saúde pública do DF. Segundo o governo, após as novas aquisições, agora já são mais de 3 mil servidores da Saúde empossados na atual gestão.

Apesar de impedido de fazer novas contratações, por estar no limite prudencial da Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF), o governo de Brasília disse ter atuado de acordo com a legislação para nomear esses profissionais. O inciso IV do artigo 22 da LRF põe como exceção o provimento de vagas nas áreas de educação, saúde e segurança, em casos de morte ou de aposentadoria.

Um relatório publicado pela atual gestão, na semana passada, apontou que, de maio de 2016 a abril de 2017, os gastos públicos com pagamento de pessoal no Distrito Federal atingiram 47,19% da receita corrente líquida do  — composta por tributos e transferências da União, além da despesa total com pessoal dos últimos 12 meses. O índice faz com que as despesas do governo com pessoal permaneçam acima do limite prudencial da Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF) — acima de 46,55%.

De acordo com o secretário de Saúde, Humberto Fonseca, um leito de UTI necessita de pelo menos cinco técnicos de enfermagem para estar em pleno funcionamento.

Os novos profissionais da Secretaria de Saúde

As 725 nomeações incluem 468 técnicos — 220 de enfermagem, 148 em higiene dental, 85 administrativos, 8 em radiologia e 7 em laboratório (patologia clínica) — e 103 médicos, dos quais 50 vão atuar no programa Saúde da Família.

O restante é composto por 36 enfermeiros, 30 auxiliares de operações de serviços diversos em farmácia e anatomia patológica e 20 cirurgiões-dentistas.

Os outros 66 profissionais se dividem em assistentes sociais, biomédicos, farmacêuticos-bioquímicos, fisioterapeutas, nutricionistas e psicólogos.

Confirma quem tomou posse nesta terça-feira (6) em ato simbólico no Palácio do Buriti:

  • Caroline André Souto (clínica médica)
  • Hetiene Resende de Oliveira (médica da família e comunidade)
  • Danielli Cassia Pimenta (enfermeira)
  • Cristiana Ribeiro dos Anjos (psicóloga)
  • Denise Silva de Souza (técnica em saúde)
  • Marcelo Gomes Martins (cirurgião-dentista)

*Com assessoria

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247