Saúde faz primeiro pagamento de dívidas antigas com fornecedores

A Secretaria de Saúde informou que começou a pagar as empresas que tiveram as dívidas reconhecidas em publicação no Diário Oficial do Distrito Federal; o primeiro lote beneficiou 20 fornecedores, com pagamento total de R$ 1 milhão; de acordo com o diretor do Fundo de Saúde, João Carlos Aguiar, "as empresas que receberam hoje eram credoras de 2010 e 2011; a tendência é que o ritmo de pagamento aumente nos próximos dias"

A Secretaria de Saúde informou que começou a pagar as empresas que tiveram as dívidas reconhecidas em publicação no Diário Oficial do Distrito Federal; o primeiro lote beneficiou 20 fornecedores, com pagamento total de R$ 1 milhão; de acordo com o diretor do Fundo de Saúde, João Carlos Aguiar, "as empresas que receberam hoje eram credoras de 2010 e 2011; a tendência é que o ritmo de pagamento aumente nos próximos dias"
A Secretaria de Saúde informou que começou a pagar as empresas que tiveram as dívidas reconhecidas em publicação no Diário Oficial do Distrito Federal; o primeiro lote beneficiou 20 fornecedores, com pagamento total de R$ 1 milhão; de acordo com o diretor do Fundo de Saúde, João Carlos Aguiar, "as empresas que receberam hoje eram credoras de 2010 e 2011; a tendência é que o ritmo de pagamento aumente nos próximos dias" (Foto: Leonardo Lucena)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Brasília 247 - A Secretaria de Saúde informou que começou a pagar, nesta quinta-feira (20), as empresas que tiveram as dívidas reconhecidas em publicação no Diário Oficial do Distrito Federal. O primeiro lote beneficiou 20 fornecedores, com pagamento total de R$ 1 milhão. De acordo com o diretor do Fundo de Saúde, João Carlos Aguiar, "as empresas que receberam hoje eram credoras de 2010 e 2011. A tendência é que o ritmo de pagamento aumente nos próximos dias".

O governador Rodrigo Rollemberg anunciou, em março deste ano, a destinação de R$ 365 milhões para quitar 9.295 notas fiscais, de 1.911 processos, de serviços executados em gestões passadas. A verba é proveniente de um superávit de recursos do Fundo Nacional de Saúde.

O governo tem feito reconhecimento de dívidas diariamente no Diário Oficialdesde 13 de abril. Até agora, cerca de 400 processos tiveram publicação. "O reconhecimento da dívida é o primeiro passo. Depois disso, emitimos o empenho, a liquidação e fazemos o pagamento", explica Aguiar.

Estão sendo reconhecidos apenas os processos saneados, ou seja, aqueles que já passaram por análise prévia e estão sem pendências. Os pagamentos são feitos em ordem cronológica, de acordo com entendimento do Tribunal de Contas do Distrito Federal.

 

Participe da campanha de assinaturas solidárias do Brasil 247. Saiba mais.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247