Segurança na Olimpíada terá 8,5 mil profissionais em Brasília

O aparato para a Olimpíada 2016 foi apresentado no anel externo do Estádio Nacional de Brasília Mané Garrincha; cerca de 1,2 mil profissionais de órgãos da segurança pública do DF — entre Polícias Civil e Militar, Corpo de Bombeiros e Detran-DF, além do DER-DF e do Samu — e 2.050 militares das Forças Armadas (Aeronáutica, Exército e Marinha) compareceram à apresentação; a Operação Olimpíadas começa no domingo (24) e vai até 15 de agosto; nesse período, serão mobilizados 4,5 mil profissionais da segurança pública do DF; o efetivo ainda contará com 4 mil militares das Forças Armadas

O aparato para a Olimpíada 2016 foi apresentado no anel externo do Estádio Nacional de Brasília Mané Garrincha; cerca de 1,2 mil profissionais de órgãos da segurança pública do DF — entre Polícias Civil e Militar, Corpo de Bombeiros e Detran-DF, além do DER-DF e do Samu — e 2.050 militares das Forças Armadas (Aeronáutica, Exército e Marinha) compareceram à apresentação; a Operação Olimpíadas começa no domingo (24) e vai até 15 de agosto; nesse período, serão mobilizados 4,5 mil profissionais da segurança pública do DF; o efetivo ainda contará com 4 mil militares das Forças Armadas
O aparato para a Olimpíada 2016 foi apresentado no anel externo do Estádio Nacional de Brasília Mané Garrincha; cerca de 1,2 mil profissionais de órgãos da segurança pública do DF — entre Polícias Civil e Militar, Corpo de Bombeiros e Detran-DF, além do DER-DF e do Samu — e 2.050 militares das Forças Armadas (Aeronáutica, Exército e Marinha) compareceram à apresentação; a Operação Olimpíadas começa no domingo (24) e vai até 15 de agosto; nesse período, serão mobilizados 4,5 mil profissionais da segurança pública do DF; o efetivo ainda contará com 4 mil militares das Forças Armadas (Foto: Leonardo Lucena)

GUILHERME PERA, DA AGÊNCIA BRASÍLIA - O aparato para a Olimpíada 2016 foi apresentado no anel externo do Estádio Nacional de Brasília Mané Garrincha na manhã desta sexta-feira (22). Cerca de 1,2 mil profissionais de órgãos da segurança pública do DF — entre Polícias Civil e Militar, Corpo de Bombeiros e Departamento de Trânsito do DF (Detran-DF), além do Departamento de Estradas de Rodagem (DER-DF) e do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) — e 2.050 militares das Forças Armadas (Aeronáutica, Exército e Marinha) compareceram à apresentação.

Presente ao evento, o governador de Brasília, Rodrigo Rollemberg, destacou a integração entre forças nacionais e locais.  “Estamos unidos e preparados para garantir que as Olimpíadas — evento que representa a fraternidade universal e a paz entre os povos — ocorra de forma segura”, disse.

Ação das forças de segurança durante os jogos

A Operação Olimpíadas começa no domingo (24) e vai até 15 de agosto. Nesse período, serão mobilizados 4,5 mil profissionais da segurança pública do DF. O efetivo ainda contará com 4 mil militares das Forças Armadas.

Também compareceram as secretárias da Segurança Pública e da Paz Social, Márcia de Alencar Araújo, e do Esporte, Turismo e Lazer, Leila Barros; o diretor-geral da Polícia Civil, Eric Seba; o comandante da Polícia Militar, Marco Antônio Nunes; o comandante do Corpo de Bombeiros, Hamilton Esteves; o diretor-geral do DER-DF, Henrique Luduvice, entre outras autoridades.

Antes do discurso de Rollemberg, integrantes das forças nacionais e locais cantaram juntos o Hino Nacional. Ao lado do governador, em um carro do Exército, estava o comandante militar do Planalto, general de divisão Cesar Leme Justo. Ele também discursou: “O nosso propósito é trabalhar de forma articulada para garantir um ambiente seguro e estável nos Jogos Olímpicos.”

Depois da cerimônia e de falar com a imprensa, o governador de Brasília participou de uma exposição. Nela, integrantes das Forças Armadas e das forças da segurança pública local apresentaram veículos — entre viaturas, carros blindados e helicópteros — que vão reforçar a segurança durante o período da Operação Olimpíadas.

 

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247