Sites públicos são vítimas de hackers

Na tera-feira (7), o grupo Anonymous assumiu autoria dos ataques que causaram instabilidade e queda de conexo em portais eletrnicos do governo do Distrito Federal; endereos da Bahia e de So Paulo tambm foram invadidos

Brasília 247 – Os portais eletrônicos do governo do Distrito Federal podem ter sido vítimas de ataques de hackers. O grupo Anonymous assumiu na terça-feira (7), em sua página do Twitter, a autoria das invasões que deixaram sites de domínio df.gov.br instáveis na última semana. Mas a Secretaria do Planejamento não confirma a versão dos invasores.

Os problemas em vários sites do governo começaram no início da semana passada. Durante quase sete dias, os portais ficaram instáveis e, por muitas vezes, fora do ar. No Twitter do Anonymous, hackers afirmaram que as invasões foram um “ato de solidariedade a todo trabalhador brasileiro”.

Para a Secretaria de Planejamento, porém, os motivos foram outros. Em nota publicada na segunda-feira (6), o órgão afirma que as falhas teriam sido causadas pelo processo de modernização do parque tecnológico do Centro de Tecnologia da informação e Comunicação (CeTIC). “Tais melhorias impactaram a rede e provocaram paradas sucessivas no ambiente que abriga alguns sites do governo, que ficaram sem acesso no fim de semana”, diz o texto.

Ainda segundo a nota, porém, a invasão de hackers não está descartada. Em um trecho, a secretaria explica que “depois de um trabalho de diagnóstico realizado pela operadora de telecomunicações, que atende ao governo, identificou-se que os endereços disponibilizados por ela ao governo estavam sendo objeto de acessos sucessivos e contínuos com objetivo de prejudicar o serviço prestado por esses endereços”.

Se depender do grupo Anonymous, os ataques vão continuar por tempo indeterminado. Os hackers afirmam que fazem ataques a sites brasileiros desde o fim de janeiro. Na terça-feira (7), o grupo também se responsabilizou pelo ataque que derrubou o site da Secretaria da Fazenda de São Paulo.

Com informações do Correio Braziliense

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247