STF blinda Onyx e trava investigação sobre caixa dois

O próprio ministro da Casa Civil de Jair Bolsonaro admitiu o uso de caixa dois, mas a investigação foi travada pelo Supremo Tribunal Federal

O ministro da Casa Civil, Onyx Lorenzoni
O ministro da Casa Civil, Onyx Lorenzoni (Foto: Valter Campanato/Agência Brasil)

247 – "Uma investigação sobre o pagamento de caixa dois do grupo J&F ao ministro-chefe da Casa Civil de Jair Bolsonaro (sem partido), Onyx Lorenzoni (DEM-RS), está travada no Supremo Tribunal Federal (STF) desde fevereiro do ano passado e até hoje não teve início, apesar de o próprio ministro ter admitido o recebimento de recursos por fora da contabilidade oficial", aponta reportagem de Aguirre Talento, no jornal O Globo.

"Tô assumindo aqui, como um homem tem que fazer, (usei os recursos) sem a declaração na prestação de contas. Todos os outros recursos foram 100% contabilizados, foi apenas este recurso. Eu quero pedir desculpas aos eleitores do Rio Grande do Sul que confiam em mim pelo erro que cometi, mas vou assumir, como um homem tem que fazer. Eu vou lá pra frente do Ministério Público, vou reafirmar o que estou dizendo publicamente aqui, vou ao juiz que foi destinado ao caso e vou reafirmar", disse Onyx, em maio de 2017.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247