STF marca para 25 de março julgamento que pode anular condenação de Lula por sítio de Atibaia

Será a retomada do julgamento a respeito da extensão dos efeitos da decisão tomada pela corte de que réus alvos de delação premiada devem ter direito a apresentar alegações finais posteriormente a réus delatores. O resultado pode anular também outras sentenças da Lava Jato

Lula e fachada do STF
Lula e fachada do STF (Foto: Felipe L. Gonçalves/247)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

BRASÍLIA (Reuters) - O Supremo Tribunal Federal marcou para o dia 25 de março a retomada do julgamento a respeito da extensão dos efeitos da decisão tomada pela corte de que réus alvos de delação premiada devem ter direito a apresentar alegações finais posteriormente a réus delatores.

O julgamento do STF, que foi suspenso em outubro, é essencial porque pode levar a uma série de anulação de sentenças ou retornar a fases anteriores de processos da operação Lava Jato, entre eles do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

Há dois meses, o Supremo anulou pela segunda vez uma condenação da Lava Jato em razão da apresentação simultânea de alegações finais por réus delatados e delatores.

Por oito votos a três, o STF entendeu que vai fixar uma tese para ser aplicada por todas as instâncias da Justiça a respeito do direito à apresentação das alegações finais.

Reportagem de Ricardo Brito

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247