Tarifa extra na conta de água rende R$ 9,6 mi ao GDF

O valor foi arrecado entre dezembro do ano passado e janeiro deste ano; a taxa aumenta em 20% o valor cobrado por água e esgoto aos moradores que consomem mais de 10 m³ por mês; o dinheiro arrecadado ainda não tem destinação, de acordo com o presidente da Caesb, Maurício Ludivice

O valor foi arrecado entre dezembro do ano passado e janeiro deste ano; a taxa aumenta em 20% o valor cobrado por água e esgoto aos moradores que consomem mais de 10 m³ por mês; o dinheiro arrecadado ainda não tem destinação, de acordo com o presidente da Caesb, Maurício Ludivice
O valor foi arrecado entre dezembro do ano passado e janeiro deste ano; a taxa aumenta em 20% o valor cobrado por água e esgoto aos moradores que consomem mais de 10 m³ por mês; o dinheiro arrecadado ainda não tem destinação, de acordo com o presidente da Caesb, Maurício Ludivice (Foto: Leonardo Lucena)

Brasília 247 - Entre dezembro do ano passado e janeiro deste ano, o governo do Distrito Federal arrecadou R$ 9,6 milhões com a aplicação da tarifa de contingência sobre a conta de água. A taxa aumenta em 20% o valor cobrado por água e esgoto aos moradores que consomem mais de 10 m³ por mês. A arrecadação corresponde aos valores brutos, sem desconto dos impostos.

O dinheiro arrecadada ainda não tem destinação, informou o presidente da Caesb, Maurício Ludivice. "Esse dinheiro está sendo aplicado em um conta específica e só pode ser retirado pela Adasa [Agência Reguladora de Águas]". O relato foi publicado no G1.

Responsável pela administração dos recursos, a Adasa informou que uma audiência pública entre sociedade civil, especialistas e membros do governo será convocada para o dia 7 de março para debater as possíveis aplicações da verba.

Atualmente, a tarifa mínima de água é de R$ 55,15.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247