Taxa de homicídios cai 19% em sete meses no DF

Balanço divulgado pela Secretaria da Segurança Pública e da Paz Social apontou que todos os índices de crimes contra o patrimônio tiveram redução em julho deste ano; nesse conjunto, se destacam os roubos a comércio, que tiveram queda de 27,5% em relação a 2016; os homicídios diminuíram 19,2% de janeiro a julho, no comparativo com o mesmo período do ano passado; casos de estupro em julho deste ano (44), diminuíram 24% em relação ao mesmo mês de 2016

Balanço divulgado pela Secretaria da Segurança Pública e da Paz Social apontou que todos os índices de crimes contra o patrimônio tiveram redução em julho deste ano; nesse conjunto, se destacam os roubos a comércio, que tiveram queda de 27,5% em relação a 2016; os homicídios diminuíram 19,2% de janeiro a julho, no comparativo com o mesmo período do ano passado; casos de estupro em julho deste ano (44), diminuíram 24% em relação ao mesmo mês de 2016
Balanço divulgado pela Secretaria da Segurança Pública e da Paz Social apontou que todos os índices de crimes contra o patrimônio tiveram redução em julho deste ano; nesse conjunto, se destacam os roubos a comércio, que tiveram queda de 27,5% em relação a 2016; os homicídios diminuíram 19,2% de janeiro a julho, no comparativo com o mesmo período do ano passado; casos de estupro em julho deste ano (44), diminuíram 24% em relação ao mesmo mês de 2016 (Foto: Leonardo Lucena)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Brasília 247 - Balanço divulgado pela Secretaria da Segurança Pública e da Paz Social nesta quinta-feira (3) apontou que todos os índices de crimes contra o patrimônio tiveram redução em julho deste ano. Nesse conjunto, se destacam os roubos a comércio, que tiveram queda de 27,5% em relação a 2016. Em julho do ano passado, foram 1.752 ocorrências dessa natureza em todo o Distrito Federal. Em 2017, por sua vez, foram 1.271 casos registrados. Os homicídios diminuíram 19,2% de janeiro a julho, no comparativo com o mesmo período do ano passado. Foram 270 casos este ano, contra 334 em 2016. Se comparado o índice de 2017 ao de 2014, ano em que ocorreram 366 crimes nesses meses, a redução foi de 35,4%.

Em relação à taxa de homicídios por grupo de 100 mil habitantes, julho de 2017 registrou a porcentagem mais baixa em 25 anos: 19,7. Antes, o menor resultado havia sido em julho de 1992, quando a pasta notificou 18,4 casos por 100 mil habitantes.

“A redução dos índices se deve ao trabalho unificado das forças de segurança e ao planejamento operacional de acordo com a mancha criminal”, explicou o secretário da pasta, Edval Oliveira de Novaes Júnior.

Os roubos em transporte coletivo também diminuíram no comparativo com o ano passado — o porcentual é de 26,1%. No mês passado, foram 167 ocorrências desse crime no território. Em julho de 2016, as estatísticas indicam 226 registros.

Os casos de estupro em julho deste ano (44), diminuíram 24% em relação ao mesmo mês de 2016. No ano passado, foram registrados 58 crimes dessa natureza.

No acumulado de janeiro a julho de 2017, porém, houve aumento de 28,2%. Ou seja, foram 486 relatos de violência sexual, contra 379 notificações em 2016.

O aumento do índice de crimes sexuais, segundo a pasta, está relacionado ao registro de casos ocorridos em meses anteriores, mas só denunciados em julho. “Na maioria dos casos, os estupros ocorrem dentro de casa, ambiente em que vítima e autor se conhecem. É um crime muito difícil de ter prevenção por parte da polícia”, explica o secretário da Segurança Pública e da Paz Social.

*Com assessoria

 

 

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247