Temer corta ainda mais verba para cultura e surpreende ministro

Temer cortou, por meio de medida provisória, o percentual da cultura da loterias federais; a decisão surpreendeu o ministro da cultura, Sérgio Sá Leitão, que preparava junto à caixa Econômica Federal um projeto para alocar 3% da arrecadação das loterias para projetos culturais; de 3%, a parte destinada à cultura pode cair para 0,5% ou menos

25/07/2017- Brasília - DF, Brasil- O presidente Michel Temer dá posse ao novo ministro da Cultura, Sérgio Sá Leitão, em cerimônia no Palácio do Planalto Foto: Antonio Cruz/Agência Brasil
25/07/2017- Brasília - DF, Brasil- O presidente Michel Temer dá posse ao novo ministro da Cultura, Sérgio Sá Leitão, em cerimônia no Palácio do Planalto Foto: Antonio Cruz/Agência Brasil (Foto: Gustavo Conde)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 – Temer cortou, por meio de medida provisória, o percentual da cultura da loterias federais. A decisão surpreendeu o ministro da cultura, Sérgio Sá Leitão, que preparava junto à caixa Econômica Federal um projeto para alocar 3% da arrecadação das loterias para projetos culturais. De 3%, a parte destinada à cultura pode cair para 0,5% ou menos.

“Sá Leitão vinha se reunindo com a Caixa Econômica Federal para fechar uma minuta de projeto de lei que criaria editais do banco para destinar 3% da arrecadação das loterias a projetos culturais. A alocação do valor à área já estava prevista em lei, mas, no modelo vigente, a verba é depositada no Tesouro e acaba se perdendo. Sá Leitão e o presidente da Caixa já tinham reunião marcada com Temer para apresentar a proposta.

Por meio de medida provisória publicada nesta terça (12), Temer reduziu o percentual para a cultura nas loterias. Ele poderá cair para 0,5%.”

Leia mais aqui.

Participe da campanha de assinaturas solidárias do Brasil 247. Saiba mais.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247