Vargas desafia Rui Falcão e diz que fica

Investigado por relações com o doleiro Alberto Youssef, preso pela Polícia Federal na Operação Lava Jato, deputado federal do PT-PR sustenta que cerca de 30 dos 88 deputados federais do partido apoiam sua decisão de permanecer com o mandato; diante da negativa, presidente da sigla disse que será inevitável a instauração de uma comissão de ética no partido, que pode resultar em sua expulsão do PT

Investigado por relações com o doleiro Alberto Youssef, preso pela Polícia Federal na Operação Lava Jato, deputado federal do PT-PR sustenta que cerca de 30 dos 88 deputados federais do partido apoiam sua decisão de permanecer com o mandato; diante da negativa, presidente da sigla disse que será inevitável a instauração de uma comissão de ética no partido, que pode resultar em sua expulsão do PT
Investigado por relações com o doleiro Alberto Youssef, preso pela Polícia Federal na Operação Lava Jato, deputado federal do PT-PR sustenta que cerca de 30 dos 88 deputados federais do partido apoiam sua decisão de permanecer com o mandato; diante da negativa, presidente da sigla disse que será inevitável a instauração de uma comissão de ética no partido, que pode resultar em sua expulsão do PT (Foto: Roberta Namour)

247 – O deputado federal André Vargas (PT-PR) enfrentou o presidente da sigla Rui Falcão e rechaçou o pedido para abandonar o mandato em nome da imagem da legenda.

"Você não terá condições de sustentar uma defesa convincente na comissão de ética", disse Falcão. Investigado por relações com o doleiro Alberto Youssef, preso pela Polícia Federal na Operação Lava Jato, ele, no entanto, sustenta que cerca de 30 dos 88 deputados federais do partido apoiam sua decisão de permanecer com o mandato.

Vargas foi escudado na reunião pelos deputados José Mentor (SP) e Luiz Sérgio (RJ). À tarde, o deputado petista Zé Geraldo (PA) pediu vistas do relatório com o parecer favorável à cassação do mandato. Ele afirmou que fizera o gesto a pedido do próprio Vargas, que lhe pedira para ganhar tempo.

Diante da rebeldia do petista, Falcão disse que será inevitável a instauração de uma comissão de ética no partido, que pode resultar em sua expulsão do PT.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247