Vice-líder do PPS pede afastamento de Cunha à Corregedoria da Câmara

O deputado Arnaldo Jordy (PPS-PA) cita as recentes denúncias de que o patrimônio de Cunha teria crescido de forma incompatível com seus rendimentos e de que ele teria tentado obter vantagens indevidas com o ex-presidente da OAS, Leonardo Pinheiro

O deputado Arnaldo Jordy (PPS-PA) cita as recentes denúncias de que o patrimônio de Cunha teria crescido de forma incompatível com seus rendimentos e de que ele teria tentado obter vantagens indevidas com o ex-presidente da OAS, Leonardo Pinheiro
O deputado Arnaldo Jordy (PPS-PA) cita as recentes denúncias de que o patrimônio de Cunha teria crescido de forma incompatível com seus rendimentos e de que ele teria tentado obter vantagens indevidas com o ex-presidente da OAS, Leonardo Pinheiro (Foto: Leonardo Attuch)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Mariana Jungmann – Repórter da Agência Brasil

O vice-líder do PPS, deputado Arnaldo Jordy (PA), apresentou hoje (8) uma nova representação à Corregedoria da Câmara dos Deputados pedindo o afastamento do presidente da Casa, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), por quebra de decoro parlamentar.

O deputado cita as recentes denúncias de que o patrimônio de Cunha teria crescido de forma incompatível com seus rendimentos e de que ele teria tentado obter vantagens indevidas com o ex-presidente da OAS, Leonardo Pinheiro.

Jordy já apresentou outra representação pedindo o afastamento de Cunha à Corregedoria anteriormente. Atualmente, também aguarda análise do Supremo Tribunal Federal um pedido do procurador-geral da República também pedindo o afastamento do presidente da Câmara sob a alegação de que ele tem agido para impedir o avanço de investigações sobre crimes praticados por ele.

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247