Vigilante sobre UnB: “extrema direita brasileira revela suas garras”

Ao comentar episódio em que um grupo de fascistas entrou na Universidade de Brasília com bombas, cassetetes e gritando em defesa de Bolsonaro e contra cotistas, "comunistas safados" e "gays parasitas", o deputado distrital Chico Vigilante (PT-DF) cobra a Polícia Federal para que "investigue com rigor" esse caso; para ele, "isso é o ovo da serpente que vem sendo chocado ao longo dos últimos tempos. Tempos estes de discriminação aos negros, homossexuais, pobres e petistas que vem a causar absurdos como o visto ontem na UnB"

Ao comentar episódio em que um grupo de fascistas entrou na Universidade de Brasília com bombas, cassetetes e gritando em defesa de Bolsonaro e contra cotistas, "comunistas safados" e "gays parasitas", o deputado distrital Chico Vigilante (PT-DF) cobra a Polícia Federal para que "investigue com rigor" esse caso; para ele, "isso é o ovo da serpente que vem sendo chocado ao longo dos últimos tempos. Tempos estes de discriminação aos negros, homossexuais, pobres e petistas que vem a causar absurdos como o visto ontem na UnB"
Ao comentar episódio em que um grupo de fascistas entrou na Universidade de Brasília com bombas, cassetetes e gritando em defesa de Bolsonaro e contra cotistas, "comunistas safados" e "gays parasitas", o deputado distrital Chico Vigilante (PT-DF) cobra a Polícia Federal para que "investigue com rigor" esse caso; para ele, "isso é o ovo da serpente que vem sendo chocado ao longo dos últimos tempos. Tempos estes de discriminação aos negros, homossexuais, pobres e petistas que vem a causar absurdos como o visto ontem na UnB" (Foto: Gisele Federicce)

247 - O deputado distrital Chico Vigilante (PT-DF) divulgou uma nota neste sábado 18 em que condena com veemência o ataque de um grupo de cerca de 30 fascistas portando bombas e cassetetes dentro da Universidade de Brasília na noite de sexta-feira e gritando "Bolsonaro presidente", "comunistas safados", "gays parasitas" e "vagabundos", entre outros.

Vigilante cobra a Polícia Federal para que "investigue com rigor" esse caso, a fim de que os envolvidos "sejam presos e levados à Justiça para responderem por esse ato criminoso de atentado contra a democracia nacional". Para ele, "isso é o ovo da serpente que vem sendo chocado ao longo dos últimos tempos. Tempos estes de discriminação aos negros, homossexuais, pobres e petistas que vem a causar absurdos como o visto ontem na UnB".

Abaixo, a íntegra da nota:

Ao levar pânico à UnB, extrema direita brasileira revela suas garras

Na noite desta sexta-feira, um grupo de cerca de 30 fascistas extremistas invadiram a UnB vestidos com camisetas estampadas com o rosto de Jair Bolsonaro e armados com porretes, bombas de efeito moral e armas de choque.

Eles aterrorizaram o prédio do Minhocão batendo em estudantes e depredando o patrimônio da universidade. O objetivo era a volta da ditadura militar e a extinção da esquerda no país.

É a extrema direita brasileira mostrando as suas garras.
Isso é muito grave!

É preciso que a Polícia Federal investigue com rigor esse episódio para que estes fascistas e facínoras sejam identificados, presos e levados à Justiça para responderem por esse ato criminoso de atentado contra a democracia nacional.

Mas isso é o ovo da serpente que vem sendo chocado ao longo dos últimos tempos. Tempos estes de discriminação aos negros, homossexuais, pobres e petistas que vem a causar absurdos como o visto ontem na UnB.

Cabe à sociedade brasileira civilizada, independentemente da cor partidária, repudiar com veemência essa atitude criminosa e fascista desses facínoras.

Deputado CHICO VIGILANTE, PT-DF
Enviado do meu iPhone

Conheça a TV 247

Mais de Brasília

Ao vivo na TV 247 Youtube 247