ACM viaja a São Paulo para tentar acalmar Doria sobre eventual apoio do DEM a Bolsonaro em 2022

O ex-prefeito de Salvador ACM Neto viaja nesta terça-feira (9) a São Paulo para conversar com o governador João Doria (PSDB-SP) sobre um eventual apoio do DEM a Jair Bolsonaro na próxima eleição presidencial. "Você pergunta se eu descarto inteiramente a possibilidade de estar com Bolsonaro. Neste momento não posso fazer isso", disse ACM

ACM Neto e João Doria
ACM Neto e João Doria (Foto: SECOM)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - O ex-prefeito de Salvador ACM Neto viaja nesta terça (9) a São Paulo para alinhar as articulações políticas com o governador de São Paulo, João Doria (PSDB), por causa de possibilidade de o DEM apoiar Jair Bolsonaro na eleição presidencial de 2022. O ex-chefe do Executivo municipal preside a legenda, que tem aliança com os tucanos tanto em São Paulo, com o vice-governador, Rodrigo Garcia (DEM), como na capital baiana.

"Vou conversar, que é o que sei melhor fazer na política", afirmou ACM Neto, de acordo com relatos publicados pela coluna de Mônica Bergamo.

"Nós não estaremos com os extremos. Você pergunta se eu descarto inteiramente a possibilidade de estar com Bolsonaro. Neste momento não posso fazer isso. Qual Bolsonaro vai ser? Os dos dois últimos anos que passaram? Não queremos", continuou. 

"Agora, haverá um reposicionamento? Para a construção de algo mais amplo, que não fique limitado à direita? Não sei. Então, não posso responder agora. Portanto, seja Doria, Bolsonaro, Huck, Ciro [Gomes], [Luiz Henrique] Mandetta, qualquer um dos nomes, vamos saber com o passar do tempo se vai ter mais ou menos chance", acrescentou. 

O governador João Doria é um dos principais desafetos políticos de Bolsonaro. Os dois se apoiaram nas eleições de 2018, mas, devido à possibilidade de o tucano disputa o Planalto, as desavenças com Bolsonaro ficaram cada vez mais evidentes, inclusive nesta pandemia, com a politização em torno da vacinação contra a Covid-19. 

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email