Associação Médica do RN defende remédio sem comprovação científica no tratamento da Covid-19

A Associação Médica do Rio Grande do Norte defendeu o uso da Ivermectina como tratamento precoce contra a Covid-19

Associação Médica do Rio Grande do Norte
Associação Médica do Rio Grande do Norte (Foto: Reprodução/YouTube)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - A Associação Médica do Rio Grande do Norte defendeu na quarta-feira, 10, o uso da Ivermectina como tratamento precoce contra a Covid-19, segundo a Época. O medicamento, porém, não tem respaldo científico das autoridades sanitárias nacionais e internacionais.

Segundo reportagem da Época, “a defesa foi feita durante um evento para discutir as evidências científicas de que o medicamento tem eficácia contra a doença, o que contraria a maior parte da comunidade médica”. 

"Essa frase, no nosso meio, 'fique em casa', é abolida. Queremos que o paciente seja tratado o mais precoce possível", defendeu o presidente da associação, Marcelo Matos Cascudo, que foi apoiado pelos médicos da reunião.

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email