Bahia registra alta de internações e UTIs estão lotadas. Governo amplia toque de recolher

Na Bahia, são 912 pacientes adultos e pediátricos em estado grave ocupando leitos nas diversas regiões. Em virtude da elevação na taxa de ocupação de leitos de UTI em toda a Bahia, o governador Rui Costa determinou a ampliação do horário do toque de recolher

Rui Costa, governador da Bahia
Rui Costa, governador da Bahia (Foto: Divulgação/GOVBA)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - Segundo a Secretaria da Saúde do Estado da Bahia (Sesab), pelo quarto dia consecutivo, o estado registrou o maior número de pacientes internados em UTIs para Covid-19 desde o início da pandemia. São 912 pacientes adultos e pediátricos em estado grave ocupando leitos nas diversas regiões da Bahia. O boletim também registrou 63 mortes novas mortes, totalizando 11.254 vítimas causadas pela doença até o momento. Segundo a Sesab, os óbitos foram contabilizados em diversas datas — entre 17 de julho e 21 de fevereiro — mas a confirmação e registro das mortes só puderam ser realizadas a partir desta atualização, informa o jornal A Tarde.

De acordo com o balanço, foram acrescidos 2.145 novos casos aos mais de 655 mil contaminados pela Covid-19. Dentro do montante de infectados, cerca de 627,6 mil pessoas já conseguiram se recuperar da doença e 16.553 ainda são considerados como ‘casos ativos’. A taxa de letalidade da doença no estado corresponde a 1,72% do número total de diagnósticos.

Em virtude da elevação na taxa de ocupação de leitos de UTI em toda a Bahia, o governador Rui Costa determinou a ampliação do horário do toque de recolher. A partir desta segunda-feira, 22, a restrição será das 20h às 5h. A determinação visa provocar uma redução da taxa de crescimento da Covid-19 no estado.

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email