Bira: primeiro foi ‘Fora Cunha!’. O próximo passo será ‘Fora Temer!’

Ao comentar a cassação do ex-presidente da Câmara Eduardo Cunha (PMDB-RJ), o deputado estadual Bira do Pindaré (PSB) classificou como um momento ímpar da história do Brasil porque finalmente o processo foi julgado e, melhor, de maneira satisfatória para a população, que clama por justiça e luta pelo fim da corrupção; "E agora ele fica inelegível por pelo menos oito anos. Considero esse um feito importante porque nós sabemos o quanto isso representa para o nosso país, que atravessa infelizmente um período de retrocesso na democracia, nos direitos sociais e de uma enorme crise econômica devido a um golpe parlamentar. Portanto, agora foi o ‘Fora Cunha!’, o próximo passo será ‘Fora Temer!’. E nós estaremos juntos!"

Ao comentar a cassação do ex-presidente da Câmara Eduardo Cunha (PMDB-RJ), o deputado estadual Bira do Pindaré (PSB) classificou como um momento ímpar da história do Brasil porque finalmente o processo foi julgado e, melhor, de maneira satisfatória para a população, que clama por justiça e luta pelo fim da corrupção; "E agora ele fica inelegível por pelo menos oito anos. Considero esse um feito importante porque nós sabemos o quanto isso representa para o nosso país, que atravessa infelizmente um período de retrocesso na democracia, nos direitos sociais e de uma enorme crise econômica devido a um golpe parlamentar. Portanto, agora foi o ‘Fora Cunha!’, o próximo passo será ‘Fora Temer!’. E nós estaremos juntos!"
Ao comentar a cassação do ex-presidente da Câmara Eduardo Cunha (PMDB-RJ), o deputado estadual Bira do Pindaré (PSB) classificou como um momento ímpar da história do Brasil porque finalmente o processo foi julgado e, melhor, de maneira satisfatória para a população, que clama por justiça e luta pelo fim da corrupção; "E agora ele fica inelegível por pelo menos oito anos. Considero esse um feito importante porque nós sabemos o quanto isso representa para o nosso país, que atravessa infelizmente um período de retrocesso na democracia, nos direitos sociais e de uma enorme crise econômica devido a um golpe parlamentar. Portanto, agora foi o ‘Fora Cunha!’, o próximo passo será ‘Fora Temer!’. E nós estaremos juntos!" (Foto: Leonardo Lucena)

Blog do Clodoaldo Corrêa - “Primeiramente fora “Fora Temer”. Com essas palavras o deputado estadual Bira do Pindaré  (PSB) iniciou seu discurso para comemorar a cassação do ex-presidente da Câmara Federal, deputado Eduardo Cunha  (PMDB/RJ). O parlamentar maranhense classificou como um momento ímpar da história do Brasil porque finalmente o processo foi julgado e, melhor, de maneira satisfatória para a população, que clama por justiça e luta pelo fim da corrupção.

“E agora ele fica inelegível por pelo menos oito anos. Considero esse um feito importante porque nós sabemos o quanto isso representa para o nosso país, que atravessa infelizmente um período de retrocesso na democracia, nos direitos sociais e de uma enorme crise econômica devido a um golpe parlamentar. Portanto, agora foi o ‘Fora Cunha!’, o próximo passo será ‘Fora Temer!’. E nós estaremos juntos!”, destacou.

Lembrando a recentemente cassação da presidente da República, Dilma Rousseff (PT), o deputado afirmou que ela só foi cassada porque não aceitou proteger as maracutaias do Cunha. Decisão que, segundo o deputado, resultou no impeachment da chefe de Estado. “Uma mulher que não responde nenhum processo, que não foi acusada de nenhuma prática de corrupção, foi cassada exatamente por aquele que representa o que há de pior na política brasileira, que a sociedade repudia, que a sociedade foi para a rua clamar contra porque o que a sociedade não tolera mais é a  corrupção. É exatamente isso que Eduardo Cunha representa na política nacional”, sublinhou.

 De maneira que, para Bira, a Sessão de cassação de Eduardo Cunha representou para os brasileiros um desabafo. Nas palavras dele, uma Sessão para lavar a alma, para externar o sentimento de indignação contra o que está acontecendo no país. Ele acrescentou ainda que o governo Michael Temer é ilegítimo e avisou que população não vai calar diante dos ataques que começaram a fazer contra os direitos conquistados a duras penas.

“Mexer nos direitos previdenciários, nos direitos trabalhistas, nas conquistas sociais certamente não vai ser fácil para esse governo que só está hoje no comando do país porque se comprometeu com as elites de colocar em prática esse programa do atraso. Governo esse que em uma eleição jamais seria eleito pelo povo”, ressaltou.

O deputado Bira, que já havia classificado o plano de governo de Temer, o chamado “Ponte para o Futuro’, com ‘A Ponte para o passado’, reafirmou o pensamento e assegurou que a população permanecerá nas ruas. “Certamente isso (a cassação de Cunha) vai ter reflexo em todas as unidades da federação e vai intensificar a luta do povo, ampliando ainda mais esse movimento contra os desmandos que querem fazer com o povo brasileiro”, concluiu.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247