Blog aponta suposta chantagem contra Sarney

Segundo o Marrapá, o delegado federal Aluísio Mendes, secretário de Segurança Pública do Maranhão estaria no cargo apenas por ter prestado favores à família Sarney durante a Operação Boi Barrica, que investigou o empresário Fernando Sarney; acusação é feita por editor de jornal do clã

Segundo o Marrapá, o delegado federal Aluísio Mendes, secretário de Segurança Pública do Maranhão estaria no cargo apenas por ter prestado favores à família Sarney durante a Operação Boi Barrica, que investigou o empresário Fernando Sarney; acusação é feita por editor de jornal do clã
Segundo o Marrapá, o delegado federal Aluísio Mendes, secretário de Segurança Pública do Maranhão estaria no cargo apenas por ter prestado favores à família Sarney durante a Operação Boi Barrica, que investigou o empresário Fernando Sarney; acusação é feita por editor de jornal do clã (Foto: Leonardo Attuch)

Maranhão 247 - O blog Marrapá acusa o secretário de Segurança Pública do Maranhão, Aluísio Mendes, de permanecer no cargo às custas de uma operação de chantagem contra a família Sarney. Confira abaixo:

O jornalista pode até não ter se dado conta, mas escancarou um problema que é dito há muito tempo. A permanência de Aluísio Mendes na Secretaria de Segurança Pública do Maranhão tem um preço: serviços prestados no passado ao grupo Sarney.

O jornalista Marco d’Eça conhece bem os meandros do Palácio dos Leões e os poderes da família Sarney. Sabe bem que tipo de serviços Aluísio Mendes prestou à família Sarney quando era agente da Polícia Federal.

Algo que pode ter relações inclusive com a Operação Boi Barrica (que revelava esquema milionários de Fernando Sarney para fazer Caixa Dois durante a campanha de Roseana Sarney em 2006)…

Na Operação Boi Barrica (rebatizada de Faktor), Aluísio acabou virando alvo após ser flagrado em telefonemas tentando obter na Polícia Federal, seu órgão de origem, informações acerca da investigação que tem como alvo o empresário Fernando Sarney. Na época, os dois tiveram a prisão preventiva pedida pela Polícia Federal.

Em resposta a comentários em seu blog, o editor do jornal da família Sarney é taxativo: “E acho que ele só está no posto por que chantageia por serviços prestados. E não é apenas a PM e a PC que detestam ele. Na sua própria corporação, a PF, ele é persona non grata, considerado alcaguete. Esta é a verdade, meu caro.”

Bem, se até o editor da Editoria de Política do jornal da família Sarney atesta que Aluísio Mendes permanece no cargo apenas por favores, é porque a incompetência do Governo Roseana chegou a níveis jamais vistos em meio século de poder.

Abaixo, a mensagem:

 

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247