Covarde, diz Humberto após Moro convocar Força Nacional para Brasília

"Enquanto o povo vai às ruas no #Tsunami13Agosto em favor da educação, esse governo cada dia mais sem apoio se escuda dos protestos atrás da polícia. Bando de covardes", escreveu o senador Humberto Costa (PT-PE) no Twitter

(Foto: Jefferson Rudy - Agência Senado)

247 - O senador Humberto Costa (PT-PE) bateu duro no ministro da Justiça, Sérgio Moro, após o titular da pasta determinou que a Força Nacional de Segurança Pública esteja a postos na Esplanada dos Ministérios, em Brasília, para reprimir os protestos de estudantes marcados para esta terça-feira (13) contra o bloqueio de verbas na Educação.

"Enquanto o povo vai às ruas no #Tsunami13Agosto em favor da educação, esse governo cada dia mais sem apoio se escuda dos protestos atrás da polícia. Bando de covardes", escreveu o parlamentar no Twitter.

O ministro da Educação, Abraham Weintraub, anunciou o bloqueio de verbas e alega dificuldades de arrecadação, além de apontar algumas universidades públicas como lugar de "balbúrdia". O corte de verbas abre caminho para a privatização das instituições de ensino superior.

O chefe do MEC trabalhou 18 de seus 47 anos no Banco Votorantim. Depois foi para a Quest Corretora.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247