De olho em 2018, Sarney tenta boicotar o Maranhão

O ex-senador José Sarney (PMDB) dedicou as últimas semanas a prospectar oportunidades para boicotar o governo Flávio Dino (PCdoB); em conversas com empresários atrelados ao seu clã, por exemplo, garantiu que a filha Roseana Sarney (PMDB) volta em qualquer circunstância ao Palácio dos Leões em 2018, pelo menos se depender de Michel Temer (PMDB)

José Sarney e Michel Temer
José Sarney e Michel Temer (Foto: Leonardo Lucena)

Blog Marrapá - O ex-senador José Sarney (PMDB) dedicou as últimas semanas a prospectar oportunidades para boicotar o governo Flávio Dino (PCdoB).

Em conversas com empresários atrelados ao seu clã, por exemplo, garantiu que a filha Roseana Sarney (PMDB) volta em qualquer circunstância ao Palácio dos Leões em 2018, pelo menos se depender do presidente Michel Temer (PMDB).

A políticos e magistrados, com números de uma pesquisa fajuta da Escutec em mãos, o “chefe de todos os chefes”, alcunhado pelo Ministério Público Federal, se gabava dos poderes recebidos de Temer para sufocar o Maranhão, vetando repasses e investimentos com o objetivo de desgastar o governador adversário.

Barrado a tempo pela bancada maranhense no Congresso Nacional, o recente corte de R$ 224 milhões do Fundeb referente aos municípios do estado teria sido apenas um vislumbre da disposição de Temer em atender os caprichos do oligarca ressentido.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247