Decretada prisão do ex-diretor de Pedrinhas

O Tribunal de Justiça (TJ-MA) decretou a prisão do ex-diretor da Casa de Detenção do Complexo de Pedrinhas (Cadet), Claudio Henrique Bezerra Barcelos, acusado de promover fugas de detentos da Casa de Detenção de Pedrinhas durante o governo Roseana Sarney; Barcelos foi preso pela primeira vez em setembro do ano passado após uma das rotineiras fugas em massa do estabelecimento prisional do Maranhão; ele foi acusado de receber R$ 350 mil para facilitar as fugas, na época

O Tribunal de Justiça (TJ-MA) decretou a prisão do ex-diretor da Casa de Detenção do Complexo de Pedrinhas (Cadet), Claudio Henrique Bezerra Barcelos, acusado de promover fugas de detentos da Casa de Detenção de Pedrinhas durante o governo Roseana Sarney; Barcelos foi preso pela primeira vez em setembro do ano passado após uma das rotineiras fugas em massa do estabelecimento prisional do Maranhão; ele foi acusado de receber R$ 350 mil para facilitar as fugas, na época
O Tribunal de Justiça (TJ-MA) decretou a prisão do ex-diretor da Casa de Detenção do Complexo de Pedrinhas (Cadet), Claudio Henrique Bezerra Barcelos, acusado de promover fugas de detentos da Casa de Detenção de Pedrinhas durante o governo Roseana Sarney; Barcelos foi preso pela primeira vez em setembro do ano passado após uma das rotineiras fugas em massa do estabelecimento prisional do Maranhão; ele foi acusado de receber R$ 350 mil para facilitar as fugas, na época (Foto: Leonardo Lucena)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Maranhão 247 – O Tribunal de Justiça (TJ-MA) decretou a prisão do ex-diretor da Casa de Detenção do Complexo de Pedrinhas (Cadet), Claudio Henrique Bezerra Barcelos, acusado de promover fugas de detentos da Casa de Detenção de Pedrinhas durante o governo Roseana Sarney.

Barcelos foi preso pela primeira vez em setembro do ano passado após uma das rotineiras fugas em massa do estabelecimento prisional do Maranhão. Ele foi acusado de receber R$ 350 mil para facilitar as fugas, na época.

A prisão havia sido revogada desde outubro acusa o ex-diretor de criar um esquema de evasão de presos mediante pagamento de vantagem financeira.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como:

• Cartão de crédito na plataforma Vindi: acesse este link

• Boleto ou transferência bancária: enviar email para [email protected]

• Seja membro no Youtube: acesse este link

• Transferência pelo Paypal: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Patreon: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Catarse: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Apoia-se: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Vakinha: acesse este link

Inscreva-se também na TV 247, siga-nos no Twitter, no Facebook e no Instagram. Conheça também nossa livraria, receba a nossa newsletter e ative o sininho vermelho para as notificações.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247