Deputado cearense acusa parlamentar de usar conselho de ética para expulsá-lo do PSL

Deputado estadual André Fernandes (PSL-CE) acusou o deputado federal Heitor Freire (PSL-CE) de ter gravado e vazado a conversa na qual Jair Bolsonaro articula com deputados do PSL a mudança na liderança da sigla na Câmara

(Foto: Divulgação)

247 - Partido de Jair Bolsonaro, o PSL também sofre desgasta nos estados. O deputado estadual André Fernandes (PSL-CE) acusa o deputado federal Heitor Freire (PSL-CE) de usar o conselho de ética do diretório estadual do partido para intimidá-lo e expulsá-lo da legenda. A informação é da coluna de Mônica Bergamo. 

Na quinta (17), Fernandes acusou Freire de ter gravado e vazado a conversa na qual Bolsonaro articula com deputados do PSL a mudança na liderança da sigla na Câmara. Ele o chamou de “canalha” e “traidor”. 

Freire negou que tenha gravado Bolsonaro e prometeu processar Fernandes. O parlamentar afirma que a notificação foi motivada por denúncias de filiados sobre postagens de Fernandes contra o partido e faltas do parlamentar na assembleia. “Ele está se vitimizando”, acrescenta.

Ao vivo na TV 247 Youtube 247