Desembargador defende interdição de Bolsonaro por “falta de condições mentais para o cargo”

Desembargador Bartolomeu Bueno, do Tribunal de Justiça do Estado de Pernambuco (TJPE), defendeu a interdição de Jair Bolsonaro; "Observem. Não estou falando em impeachment. Estou falando em interdição, por falta de condições mentais para exercício do cargo", disse ele

Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - O desembargador Bartolomeu Bueno, do Tribunal de Justiça do Estado de Pernambuco (TJPE), defendeu a interdição de Jair Bolsonaro. 

Em post no Facebook e sem citar Bolsonaro nominalmente, o magistrado, que também presidente da Associação Nacional de Desembargadores (ANDES), mencionou a possibilidade de interdição de autoridades que “não falam respeitando a liturgia do alto cargo que ocupam” ou que “falam pensadamente querendo imbecilizar os brasileiros”.

Leia, abaixo o post:

Participe da campanha de assinaturas solidárias do Brasil 247. Saiba mais.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247