Dino se defende: “Contra fatos, não há argumentos”

Em vídeo publicado nas suas redes sociais, o governador do Maranhão, Flávio Dino, se defende da acusação de que teria recebido doação irregular da Odebrecht, em 2010, em troca de favores quando era deputado federal. "Eu tenho um documento que prova que não apresentei sobre o projeto"; "Nunca recebi dinheiro ilegal. Nunca respondi a nenhum processo. São documentos contra denúncias vazias. Contra fatos, não há argumentos"

Flávio Dino 
Flávio Dino  (Foto: José Barbacena)

Maranhão 247 - Em vídeo publicado nas suas redes sociais, o governador do Maranhão, Flávio Dino, se defende da acusação de que teria recebido doação irregular da Odebrecht, em 2010, em troca de favores quando era deputado federal. "Eu tenho um documento que prova que não apresentei sobre o projeto".

"Nunca recebi dinheiro ilegal. Nunca respondi a nenhum processo. São documentos contra denúncias vazias. Contra fatos, não há argumentos", disse o governador. 

O caso

Em delação premiada, José de Carvalho Filho, da Odebrecht, afirmou que a empreiteira tinha interesse na aprovação do projeto de lei 2.279, de 2007, Segundo o delator, a lei "atribuía segurança jurídica a investimentos do grupo Odebrecht".

Filho disse que a empresa pagou R$ 400 mil para a campanha do então deputado federal Flávio Dino, em 2010, para o governo do Maranhão, como uma forma de obter apoio para a aprovação do projeto, da senadora Vanessa Grazziotin (PC do B-MA).

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247