Eduardo Bolsonaro chama de ‘vagabundo’ deputado que criticou violência da PM na Bahia

De cima do trio elétrico, o cantor e deputado federal Igor Kannário (DEM-BA) acusou PMs de ‘agressão’ e ‘abuso de autoridade’ contra foliões (vídeo)

(Foto: Reprodução)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - O deputado federal Eduardo Bolsonaro (PSL-SP) chamou de “vagabundo” o deputado federal e cantor Igor Kannário (DEM-BA), que de cima do trio elétrico, acusou policiais militares de agredir e cometer abuso de autoridade contra foliões na multidão. 

“E pensar que esse vagabundo que com o microfone é um deputado federal, Igor Kannario (DEM-BA). No mínimo o governador ao lado do Comandante Geral da PM da Bahia deveriam fazer um repúdio público a isso. E ainda há quem vá curtir um bloco de um cara desse…”, postou Eduardo no Twitter.

As declarações feitas pelo parlamentar do DEM aconteceram durante passagem sua por Campo Grande nesta segunda-feira 4 de Carnaval.

“Eu quero uma vaia para a Polícia Militar da Bahia. Agressores. Venha me bater aqui em cima, seu bunda mole”, disse ele. “Se acontecer alguma coisa comigo, quem mandou me matar foi alguém da Policia Militar”, acrescentou.

A Polícia Militar divulgou nota em repúdio. Confira:

Nota de repúdio

A Polícia Militar da Bahia repudia as provocações e agressões feitas à tropa pelo Igor Kannário durante a passagem do trio na tarde desta segunda-feira (24), no Campo Grande. Além da atitude irresponsável e criminosa o também deputado federal incitou os foliões contra os policiais militares que faziam o policiamento do circuito Osmar.

É inaceitável que qualquer pessoa, ainda mais um parlamentar, tente comprometer a honra da instituição e de policiais militares que estão comprometidos e empenhados na defesa da sociedade baiana.

Todas as medidas judiciais cabíveis que o caso requer serão adotadas.

COMANDO GERAL DA POLÍCIA MILITAR

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247