Eliane pede "intenvenção já" no Maranhão

"A realidade supera a ficção mais macabra e soa patético o governo Roseana se irritar e responder à Procuradoria Geral que são inverdades", diz a colunista Eliane Cantanhêde, da Folha de S. Paulo, que é filha de um maranhense; intervenção poderia arruinar de vez a gestão dos Sarney, colocando em risco a aliança PT-PMDB

"A realidade supera a ficção mais macabra e soa patético o governo Roseana se irritar e responder à Procuradoria Geral que são inverdades", diz a colunista Eliane Cantanhêde, da Folha de S. Paulo, que é filha de um maranhense; intervenção poderia arruinar de vez a gestão dos Sarney, colocando em risco a aliança PT-PMDB
"A realidade supera a ficção mais macabra e soa patético o governo Roseana se irritar e responder à Procuradoria Geral que são inverdades", diz a colunista Eliane Cantanhêde, da Folha de S. Paulo, que é filha de um maranhense; intervenção poderia arruinar de vez a gestão dos Sarney, colocando em risco a aliança PT-PMDB (Foto: Leonardo Attuch)

Maranhão 247 - A jornalista Eliane Cantanhêde, colunista da Folha de S. Paulo, engrossou o coro dos que defendem intervenção federal no Maranhão (leia aqui).

"Foram estupros e 60 mortes em 2013, e 2014 já começou com mais duas. A crise extrapolou as grades e foi parar nas ruas, onde vândalos atacaram ônibus e atearam fogo numa menininha na... "Vila Sarney". Ela morreu ontem. A mãe está mal", diz a jornalista.

Não se sabe, porém, se o que move Cantanhêde são razões de cunho humanitário ou político. Uma intervenção federal no Maranhão arruinaria de vez o governo de Roseana Sarney e colocaria em risco a aliança PT-PMDB – o que traria problemas para a reeleição da presidente Dilma Rousseff.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247