Eliziane pode ser rifada da comissão do impeachment

O Palácio do Planalto trabalha para que a Rede Sustentabilidade coloque o deputado federal Alessandro Molo (RJ), e não a deputada Eliziane Gama (MA) na comissão especial do impeachment. A informação é da coluna Radar, de Veja; a ideia do Planalto é consequência do radicalismo da parlamentar em defesa do afastamento da presidente Dilma, apesar de a Rede se posicionar contra o impeachment; outro fator que influi na tentativa de colocar Molon na comissão é que o congressista foi diliado ao PT por 18 anos - deixou a sigla em setembro; o congressista também é contra o impeachment da presidente

Eliziane Gama
Eliziane Gama (Foto: Leonardo Lucena)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Maranhão 247 - O Palácio do Planalto trabalha para que a Rede Sustentabilidade coloque o deputado federal Alessandro Molo (RJ), e não a deputada Eliziane Gama (MA) na comissão especial do impeachment. A informação é da coluna Radar, de Veja.

A ideia do Planalto é consequência do radicalismo da parlamentar em defesa do afastamento da presidente Dilma Rousseff (PT), apesar de a Rede se posicionar contra o impeachment. Outro fator que influi na tentativa de colocar Molon na comissão é que o congressista foi diliado ao PT por 18 anos - deixou a sigla em setembro. O congressista também é contra o impeachment da presidente.

Atualmente, Molon é o líder do partido fundado por Marina Silva na Câmara Federal e já classificou como chantagem o acolhimento dos pedidos de impeachment pelo presidente da Casa, Eduardo Cunha (PMDB-RJ)

Prestes a ser cassado por suas contas secretas na Suíça, confirmadas pela Procuradoria Geral da República, e também acusado de prestar favores ao BTG, preso sob acusação de obstruir as investigações da Operação Lava Jato, o peemedebista aceitou, na semana passada, o pedido de impeachment contra a presidente Dilma feito pelos juristas Hélio Bicudo e Miguel Reale e pela advogada Janaína Paschoal, e abraçado pela oposição.

 

 

 

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247