Em carta, primeira-dama de Tamandaré pede desculpas à mãe de Miguel

Em carta, primeira-dama de Tamandaré (PE), Sarí Mariana Gaspar Hacker Corte Real, acusada pela morte do menino Miguel Otávio Santana da Silva, de cinco anos, pediu perdão à ex-funcionária, Mirtes Renata Santana de Souza, pela morte do filho dela

(Foto: Reprodução)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Revista Fórum - A primeira-dama de Tamandaré (PE), Sarí Mariana Gaspar Hacker Corte Real, acusada pela morte do menino Miguel Otávio Santana da Silva, de cinco anos, quebrou o silêncio e pediu perdão à ex-funcionária, Mirtes Renata Santana de Souza, pela morte do filho dela, em um texto divulgado na noite desta sexta-feira (5), intitulado de “carta a Mirtes”.

A carta foi enviada ao UOL pela assessoria de imprensa do prefeito de Tamandaré, Sérgio Hacker (PSB), marido de Sarí. No texto, ela pede perdão a Mirtes e diz ser solidária ao sofrimento da ex-funcionária (leia na íntegra abaixo).

“Não há palavras para descrever o sofrimento dessa perda irreparável. Nunca, mas nunca mesmo, pude imaginar que qualquer mal pudesse acontecer a Miguel, muito menos a tragédia que se sucedeu. Te peço perdão”, escreveu Sari, que assina no texto apenas o sobrenome “Gaspar”, sem usar o sobrenome do marido.

“Não tenho o direito de falar em dor, mas esse pesar, ainda que de forma incomparável, me acompanhará também pelo resto da vida. Estou sendo condenada pela opinião pública como historicamente outros foram. As redes sociais potencializam o ódio das pessoas”, diz Sari Corte Real.

Ela ainda diz que a “Justiça esclarecerá a verdade”, pois, segundo Mirtes, em entrevista ao UOL, Sarí negou a ela que apertou o botão da cobertura do prédio. Imagens mostram que ela apertou o botão e ainda deixou o menino sozinho dentro do elevador.

Leia a íntegra na Fórum. 

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como:

• Cartão de crédito na plataforma Vindi: acesse este link

• Boleto ou transferência bancária: enviar email para [email protected]

• Seja membro no Youtube: acesse este link

• Transferência pelo Paypal: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Patreon: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Catarse: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Apoia-se: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Vakinha: acesse este link

Inscreva-se também na TV 247, siga-nos no Twitter, no Facebook e no Instagram. Conheça também nossa livraria, receba a nossa newsletter e ative o sininho vermelho para as notificações.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247